Participamos do

Mulher é presa após agredir cachorro com foice em Canindé

A suspeita de 58 anos estaria foragida da localidade de Vila Campos, onde cometeu o crime. Ela foi localizada na residência de parentes, no centro de Canindé
20:28 | Set. 28, 2021
Autor Isabela Queiroz
Foto do autor
Isabela Queiroz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Civil do Ceará (PCCE) prendeu uma mulher de 58 anos suspeita de golpear um cachorro com uma foice. O fato aconteceu na manhã desta terça-feira, 28, no município de Canindé. Ela foi conduzida até a Delegacia Regional do município e autuada por crime ambiental. Família da mulher afirma que ação foi legítima defesa. 

Após os investigadores tomarem conhecimento sobre o caso, foram realizadas buscas para localizar a mulher, que estaria foragida da Localidade de Vila Campos, onde cometeu o crime. A suspeita foi localizada na residência de parentes no Centro de Canindé. 

O animal foi resgatado por uma Organização Não Governamental (ONG) e encaminhado a uma clínica veterinária, onde está em atendimento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Maus-tratos a animais

O artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998) considera crime “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. Houve alteração recente na Lei 9.605/1998, entrando em vigor, a partir de setembro do ano passado, o aumento na punição para quem maltrata cães e gatos. A pena para quem for condenado será de reclusão de dois a cinco anos, além de pagamento de multa e proibição da guarda.

Denúncias

As denúncias de maus-tratos contra animais podem ser realizadas por meio do número 181, que é o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou na região em questão para o telefone (85) 3343-6813, da Delegacia Regional de Canindé. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Atualizada às 19 horas de sexta-feira, 1º, para incluir link da matéria com a versão da presa: "Família de mulher presa por agredir pitbull afirma que ação foi legítima defesa"

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags