PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Prefeitura de Acarape determina igrejas como atividades essenciais

A medida ocorre na contramão do decreto de lockdown em Fortaleza; até 18 de março, igrejas não poderão promover celebrações presenciais na Capital

23:45 | 04/03/2021
Prefeito Edilberto Beserra assinando lei que classifica atividades religiosas como essenciais em Acarape (Foto: Reprodução/Instagram)
Prefeito Edilberto Beserra assinando lei que classifica atividades religiosas como essenciais em Acarape (Foto: Reprodução/Instagram)

O prefeito de Acarape, Edilberto Beserra (PDT), sancionou nesta quinta-feira, 4, lei que estabelece igrejas e templos de qualquer culto como atividades essenciais no município. A realização de encontros terá número de presentes limitado de acordo com a gravidade da situação da pandemia na cidade, de acordo com a medida.

O anúncio foi feito pelo gestor municipal em seu perfil no Instagram. A medida ocorre na contramão do decreto de lockdown em Fortaleza; até 18 de março, igrejas não poderão promover celebrações presenciais na Capital. Na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de Fortaleza, tramitam medidas para tornar igrejas atividades essenciais, mas ainda não foram sancionadas e nenhuma delas está em vigor.

Apesar da proibição de missas e cultos em Fortaleza, as igrejas poderão realizar atendimentos individuais durante o período de restrições mais rígidas e as celebrações virtuais serão permitidas. Aquelas que optarem pelos eventos remotos devem ter autorização para o grupo que realizará a transmissão possa se reunir.

Leia Mais | Ruas de Fortaleza terão blitz no lockdown e câmeras serão usadas em fiscalização

Com novo decreto de lockdown em Fortaleza, veja o que pode funcionar

Circulação de ônibus intermunicipais em Fortaleza será suspensa