Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Mulher suspeita de chefiar organização criminosa no Ceará é presa na Bahia

Jéssica teria assumido a posição de chefia por conta dos conhecimentos adquiridos com o companheiro, que está recolhido em unidade prisional

Uma mulher, suspeita de chefiar uma organização criminosa no Ceará, foi presa na na tarde dessa quarta-feira, 22, na cidade de Salvador, na Bahia. Jéssica Andrade da Silva era companheira de um dos chefes de uma organização criminosa do Estado. Nas redes sociais, a mulher costumava esbanjar uma vida de luxo e ostentação. Com a captura, um mandado de prisão preventiva foi cumprido.

Jéssica Andrade, de 28 anos, era companheira de Vicente Antônio de Freitas Filho, conhecido como “Vicente Peru”, de 36 anos. Um dos chefes de uma organização criminosa com atuação no Ceará, Vicente já foi capturado em 2016, no Estado de Goiás. Atualmente, o homem encontra-se recolhido em uma unidade prisional federal.

Segundo as investigações, após a transferência de “Vicente Peru” para o Sistema Penitenciário Federal, em 2017, Jéssica passou a exercer funções de chefia no grupo. Ela também seria suspeita de participar ou colaborar em ações ordenadas por “Vicente Peru”.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O mandado de prisão preventiva contra de Jéssica foi expedido pela Vara de Delitos de Organização Criminosa da Comarca de Fortaleza. A mulher foi presa na capital baiana e não reagiu à prisão.

Medidas estão sendo tomadas para o encaminhamento dela de volta ao Ceará. A Polícia do Ceará segue com as investigações para capturar outros membros da organização criminosa.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar