Participamos do

Em reunião com Queiroga, Camilo pede recursos para o Hospital Regional do Vale do Jaguaribe

Governador cumpriu agenda na Capital Federal nesta quarta-feira, 1, para formalizar pedido de apoio financeiro ao Ministério da Saúde
23:57 | Dez. 01, 2021
Autor Luciano Cesário
Foto do autor
Luciano Cesário Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O governador Camilo Santana (PT) esteve nesta quarta-feira,1, em Brasília, para uma reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. No encontro, o chefe do executivo estadual formalizou o pedido de credenciamento e habilitação do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe (HRVJ), inaugurado no último dia 25 de novembro. Camilo também pediu empenho do ministro para a renovação da frota de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“O Ceará já tinha feito essa solicitação [para credenciamento] anteriormente, porém o Ministério só inicia a habilitação após o início do funcionamento do hospital. Como ele já começou a funcionar, nós viemos reforçar esse pedido, como também a substituição das ambulâncias do Samu, outra demanda anterior, o ministério tinha feito uma licitação, mas não conseguiu adquirir as ambulâncias”, explicou o governador, destacando que todos os 184 municípios cearenses contam com ao menos uma ambulância do Samu atualmente.

De acordo com Camilo, a abertura do HRVJ ocorre de forma gradual, considerando a complexidade dos serviços a serem implantados. “O HRVJ começou a funcionar seus leitos de UTI, cirurgias, imagens laboratoriais, mas conforme o plano de atuação apresentado durante a inauguração, até abril ele estará funcionando 100%. É por isso que a secretária executiva de Atenção à Saúde da Sesa, Tânia Coelho, ficará aqui para resolver isso, já que o equipamento já está funcionando desde a semana passada, e nós viemos aqui solicitar o apoio do Ministério da Saúde”, ressaltou o governador.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme o diretor-geral do HRVJ, Bergson Moura, o processo de abertura do hospital deve se estender pelos próximos quatro meses, e será dividido em cinco etapas. “O primeiro passo foi a disponibilização de atendimento ambulatorial, que já estamos fazendo a partir de hoje. O segundo, no dia 2 de dezembro, será a abertura da clínica e da UTI. Depois, no dia 15 do mesmo mês, vamos iniciar a clínica cirúrgica. Já em janeiro, teremos a fase da hemodinâmica e finalizando, em abril, queremos estar com todas as especialidades disponíveis e no nível máximo de operação”, detalhou.

A unidade de alta complexidade de Limoeiro do Norte, assim como os demais Hospitais Regionais do Interior, será administrada pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH). O contrato de gestão, com duração de um ano, tem valor global de R$ 44 milhões, totalizando custo mensal de R$ 3,6 milhões. As informações estão disponíveis no Portal da Transparência do Governo do Estado.

Segundo o Governo do Estado, quando o HRJV estiver em pleno funcionamento, em meados de abril, ao menos 304 leitos estarão ativos entre enfermarias e UTIs adulto e infantil. A unidade se tornará referência nos serviços de emergência e urgência e em pelo menos 31 especialidades médicas.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos e reportagens especiais. Clique aqui e assine OP+

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags