Participamos do

"B-R-O-Bró": saiba quais cuidados devemos ter com as crianças durante o período mais quente do ano

Período mais quente no Ceará vai de setembro até dezembro; crianças e idosos são os que mais sofrem com o calor
15:45 | Nov. 10, 2021
Autor Euziane Bastos
Foto do autor
Euziane Bastos Repórter Estagiária de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Entre os meses de setembro e dezembro, o cearense vivencia um dos períodos mais quentes do ano: é o chamado “B-R-O-Bró”, nome dado à época do ano em que há baixa umidade do ar devido à escassez de chuva. Além dos adultos, as crianças fazem parte do grupo que mais sofre com o aumento da temperatura, necessitando de cuidados específicos que ajudam seu organismo a se ajustar ao calor.

LEIA TAMBÉM | Produção industrial no Ceará tem maior queda do País em setembro

A pediatra Virna da Costa e Silva destaca que o consumo de água, ou seja, hidratar as crianças, é essencial. E esse cuidado vale para todos os dias do ano. Contudo, essa orientação varia de acordo com a idade da criança:

- Recém-nascidos de até 6 meses de vida estão em fase de amamentação, que deve ser realizada em livre demanda. Como o leite materno já possui todos os nutrientes e líquidos essenciais, não é necessário adicionar outros alimentos ou bebidas;
- Para crianças com mais de 6 meses de vida, o recomendado é de 800 ml a 1 litro de água por dia. “Água de coco também é bem-vinda, mas o mais importante é a água natural”, diz Virna;
- Crianças de 1 a 3 anos devem tomar 1,3 litro de água diariamente, o que inclui sucos e outras bebidas naturais;
- Crianças de 4 a 8 anos devem tomar 1,7 litro de água diariamente;
- E, por fim, no caso de crianças de 9 a 13 anos, a quantidade de água a ser bebida diariamente varia conforme o sexo. Para as meninas, o indicado é 2,1 litros, enquanto para os meninos, o ideal é 2,4 litros diariamente.

Fique atento aos sinais de desidratação nas crianças: dor de cabeça, náusea, vômito, boca seca, ausência de xixi e pele seca e rígida.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA TAMBÉM| Feriado nacional: veja o que abre e o que não abre nesta segunda, 15


Climatização dos ambientes

Dentre as opções para minimizar o calor, ventilador e ar-condicionado podem ser utilizados com crianças. Contudo, Virna alerta para cuidados que devem ser tomados com os dois aparelhos. O ar-condicionado diminui a umidade e pode ressecar as vias aéreas da criança, então é importante utilizá-lo junto a um umidificador. Já para ventilador, o ideal é que os pais posicionem o aparelho de maneira que o jato de ar não vá direto para o rosto da criança. Ambos os eletrodomésticos devem estar bem higienizados antes do uso.

Banhos

Os banhos podem acontecer diversas vezes ao longo do dia, mas o ideal é que sejam banhos rápidos e com água fresca (mais fria do que quente). Para manter a sensação de frescor, não é preciso usar sabonete em todos os banhos. 

Dicas para a saúde da criança no calor:

1. Vestir a criança com roupas mais leves, feitas com algodão ou malha, para que o corpo possa respirar e o suor possa evaporar com mais facilidade;

2. Para bebês, o indicado é que utilizem o mínimo de roupas possível. Eles podem ser deixados somente com a fralda;

3. Usar roupas com proteção ultravioleta, passar protetor solar ao sair de casa e repassar a cada 2h;

4. Usar chapéus e sombrinhas para proteger a criança do sol e evitar locais fechados;

5. Fazer a criança ingerir muitas frutas, como melancia, melão, tangerina, laranja e abacaxi. 

Tenha acesso a reportagens especiais. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags