PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Ceará deve registrar chuvas em quase todo o território no fim de semana

Entre a quinta e sexta, choveu em pelo menos 132 municípios. Em Fortaleza, por volta das 20h, houve uma rajada de vento de aproximadamente 30 km/h no bairro Passaré

Júlia Duarte
11:48 | 05/03/2021
Chuvas devem ficar abaixo da média história até o fim da quadra, segundo a Funceme (Foto: Thais Mesquita)
Chuvas devem ficar abaixo da média história até o fim da quadra, segundo a Funceme (Foto: Thais Mesquita)

O mês de março começou com chuvas significativas em quase todos as regiões do Estado. Neste fim de semana, as condições vão continuar favoráveis a precipitações, principalmente no centro-norte. O cenário previsto se dá pela formação de áreas de instabilidade associadas à aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuva no Estado.

No intervalo entre quinta-feira e esta sexta-feira, dia 5, pelo menos 132 municípios registraram precipitações, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os principais índices foram anotados em Caucaia, posto Sítios Novos, com 62 mm; Morada Nova, posto Aruaru, com 56 mm; e Massapê, posto Tangente, com 54,4 mm.

Os últimos acumulados de quinta-feira vieram acompanhados de relatos de ventania em diversas localidades próximas ao litoral. Em Fortaleza, por volta das 20h, foi registrada a rajada de vento de aproximadamente 30 km/h no bairro Passaré. "Essa ventania ocorreu associada à formação de nuvens convectivas sobre o oceano, porém as chuvas associadas não atingiram o continente. O maior registro na Capital cearense foi em Messejana, de 6 mm", ressaltou a gerente da meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto.

LEIA MAIS: Ceará registra chuva em mais de 100 municípios pelo terceiro dia consecutivo

+Ceará tem maior chance de chuvas abaixo da média de fevereiro a abril, diz Funceme

Os maiores acumulados previstos para os próximos dias deverão se concentrar nas macrorregiões do noroeste, em Ibiapaba e Litoral Norte, no Litoral do Pecém, no Litoral de Fortaleza e no Maciço de Baturité. Nas demais macrorregiões, as precipitações são esperadas em pontos isolados, com intensidade variando entre fraca e moderada até domingo, 7.

Já nas partes mais próximas do litoral, as chuvas deverão ocorrer, principalmente, no período da madrugada e manhã. Poderão sofrer influência de sistemas locais como a brisa terrestre, que é uma corrente formada por ventos noturnos que sopram do continente em direção ao oceano. Na Ibiapaba e Litoral Norte, os principais acumulados são esperados para tarde e noite.

As chuvas mais recentes começam a ter a influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que anteriormente não estava atuando. As chuvas estavam sendo influenciadas pela borda Oeste do Vórtice ciclônico de altos níveis (VCAN), localizado sobre o oceano Atlântico, próximo ao leste do Nordeste brasileiro. "A zona de convergência intertropical continua localizada ao norte da Linha do Equador, mas tem contribuído para formação de áreas de estabilidade sobre o Oceano Atlântico, que devem favorecer a ocorrência de chuvas no Ceará", explica a especialista. 

LEIA MAIS: Com alagamentos em Fortaleza, março começa com chuvas intensas no Ceará

Dados preliminares apontam fevereiro, o primeiro mês da quadra chuvosa no Estado, com volume acumulado de 138,03 mm, 16,6% de desvio positivo, mas ainda dentro da categoria normal. A região com melhor cenário foi a do Cariri, onde choveu 44,41% acima da normal climatológica. Situação diferente vive a região do litoral de Fortaleza, onde choveu 47,9% abaixo da normal.

Chuvas de março

Dia 1: 159 municípios do 178 informados

Dia 2: 152 municípios dos 178 informados

Dia 3: 130 municípios dos 175 informados

Dia 4: 96 municípios dos 171 informados

Dia 5: 132 dos 145 municípios informados