PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Camilo regulamenta a Fundação de Saúde do Ceará e anuncia realização de concurso público

Quadro profissional da Funsaúde será selecionado por meio de concurso público, afirma Camilo

Catalina Leite
11:03 | 24/07/2020
O governador Camilo Santana(PT) e o titular da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará(Sesa) , Dr. Cabeto em transmissão ao vivo nesta sexta-feira, 24 (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
O governador Camilo Santana(PT) e o titular da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará(Sesa) , Dr. Cabeto em transmissão ao vivo nesta sexta-feira, 24 (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Atualizada às 11h58min

O governador Camilo Santana (PT) e o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, assinaram o Decreto que regulamenta o funcionamento da Fundação de Saúde do Ceará (Funsaúde) nesta sexta-feira, 24, em transmissão ao vivo nas redes sociais. A entidade será responsável por desenvolver e executar de forma regionalizada ações e serviços de saúde estaduais, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Camilo anunciou realização de concurso público para profissionais que atuarão na Fundação. 

"A Agência de Saúde [Fundação de Saúde do Ceará] é um instituto que foi aprovado por lei pela Assembleia Legislativa do Ceará, muito debatido e discutido pela liderança de Saúde do Estado, secretário Dr. Cabeto, com especialistas e profissionais da área", afirmou Camilo. Ele reforça que a entidade tem o objetivo de qualificar, melhorar e acolher melhor os cearenses na questão da saúde. O Governador ressaltou que foi à Secretaria da Saúde do Ceará para agradecer a dedicação dos profissionais que atuam no combate ao novo coronavírus.


“Sem megalomania nenhuma, o Ceará vai, sim, fazer o melhor sistema de saúde do Brasil”, comemora o secretário Dr. Cabeto durante a solenidade de assinatura. De acordo com ele, a entidade ajudará a fornecer equidade entre as cinco macrorregiões de saúde do Ceará: Cariri, Fortaleza, Litoral leste, Norte e Sertão Central.

Para isso, a Funsaúde contará com unidades descentralizadas, que serão as agências regionais de saúde. Elas apoiarão as atividades técnico-administrativas necessárias à boa atuação dos serviços na Região, com o apoio da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) como autoridade regulatória.

Pandemia

Dr. Cabeto também disse que a pandemia de Covid-19 acelerou o processo de regulamentação da entidade. O secretário pede a participação constante e ativa dos órgãos controladores, com o Ministério Público do Ceará (MPCE) para garantir a eficácia da ações implementadas pela Fundação.

Segundo o presidente do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) do Ceará, Manuel Pinheiro, a criação da Funsaúde faz parte do legado que a pandemia deixará para o sistema de saúde cearense. “Vivemos um momento de tristeza, tivemos muitas perdas, muito sofrimento. Mas dito isso, também vai ficar um legado. A criação da Funsaúde faz parte desse legado. Assim como a instalação de vários leitos de UTI e a regionalização da saúde”, pondera.

As competências do Funsaúde são:

- Prestar serviços de saúde à população em todos os níveis de complexidade próprios do Estado;
- Prestar apoio aos municípios e consórcios públicos de saúde em serviços de assistência à saúde de âmbito regional;
- Desenvolver programas de educação permanente de forma regionalizada para os profissionais de saúde do SUS;
- Coordenar as atividades regionais da central de regulação assistencial;
- Monitorar o cumprimento dos indicadores regionais e dos resultados qualitativos dos serviços regionais de saúde no âmbito do SUS; 
- Desenvolver atividades de caráter científico e tecnológico.

LEIA TAMBÉM | Projeto Nova Saúde realiza live sobre papel da atenção básica para a qualidade de vida nesta sexta

Repercussão

Durante a solenidade, a população aproveitou o espaço dos comentários para opinar sobre a abertura ou não das escolas. “Peço ao senhor governador Camilo, com todo carinho que tem pela nossas crianças, pedimos não autorize a reabertura das escolas, o ano está praticamente chegando ao fim, deixe para recomeçar no ano de 2021”, pediu uma internauta. Muitos afirmavam que, se as escolas abrissem, não permitiram que os filhos fossem às aulas. “Aulas presenciais só quando tiver vacina, pelo amor de Deus”, publicou outra seguidora.

Outras pessoas pediam pela retomada das aulas presenciais, muitas alegando que não teriam onde deixar os filhos para trabalhar. “Permita o retorno das aulas presenciais. É o correto”, defendeu uma seguidora. “Diga sim a aulas presenciais”, sugeriu mais uma.

Além disso, algumas pessoas pediam a ampliação da frota de transporte público em Fortaleza e a atenção do governador no suposto descumprimento de medidas de distanciamento social em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense.

Assista à live completa: