Participamos do

Anvisa abre prazo para receber informações técnicas de qualquer pessoa sobre cigarros eletrônicos

Qualquer interessado em contribuir pode enviar documentos por meio de formulário on-line a partir da próxima segunda-feira, 11
12:20 | Abr. 06, 2022
Autor Euziane Bastos
Foto do autor
Euziane Bastos Repórter Estagiária de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) abriu um prazo para o recebimento de evidências técnicas e científicas sobre os dispositivos eletrônicos para fumar (DEF), também conhecidos como cigarros eletrônicos ou "vapes". A partir da próxima segunda-feira, 11, uma tomada pública de subsídios (TPS) inicia e contribuições públicas serão recebidas por meio de formulário on-line.

Nesta etapa de participação social, em que qualquer pessoa pode enviar a sua contribuição, a Agência apresenta um documento técnico (Relatório Parcial de Análise de Impacto Regulatório) ao qual serão adicionadas as informações pertinentes enviadas. As contribuições serão recebidas durante 30 dias (até o dia 11 de maio).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Embora qualquer interessado possa participar desta etapa, não se trata de votação ou enquete. O objetivo é reunir evidências técnicas e científicas", ressalta a Agência.

A TPS faz parte do processo de análise de impacto regulatório das boas práticas de regulamentação da Anvisa. As contribuições são recebidas por escrito, de forma on-line e é permitida apenas uma participação por interessado.

Os dispositivos eletrônicos para fumar são proibidos no País. Em 2019, a Anvisa iniciou um processo regulatório para a discussão e atualização de informações técnicas sobre o tema. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar