Participamos do

Cachorro é morto a tiros por PM após atacar criança

Segundo testemunhas, o menino estava na garagem de casa com o portão semieaberto quando foi surpreendido pelo cão
10:30 | Jan. 08, 2022
Autor Carolina Parente
Foto do autor
Carolina Parente Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em Planaltina, no Distrito Federal, um menino de 12 anos foi atacado por um cão. Ele teve parte de uma das pernas dilacerada e o animal foi morto a tiros pelo tio da criança, que também é policial militar. O menino foi levado ao Hospital Regional de Planaltina e passa bem.

O caso acontece na quarta-feira, 5. Segundo testemunhas, o menino estava na garagem de casa com o portão semiaberto quando foi surpreendido pelo cachorro. Ao portal G1, Hebert Henrique Araújo, PM e tio do garoto, disse que acompanhava o trabalho de um eletricista na casa de familiares no momento em que avistou o sobrinho sendo atacado. Hebert afirmou ter agredido o animal com chutes antes de disparar os tiros que mataram o cão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O menino já havia sido socorrido e levado ao hospital quando o cachorro foi assassinado. De acordo com o PM, o animal ainda perambulava pela rua ameaçando a vizinhança e até tentou atacar Hebert novamente e, por isso, atirou contra o cão, que era uma mistura das raças pitbull e fila e pertencia a um dos vizinhos do menino.

A família da criança registrou boletim de ocorrência e, conforme a Polícia Civil, o tutor do cachorro vai responder por omissão de cautela na guarda do animal. Segundo moradores da vizinhança, episódios de ataques na região pelo cachorro eram comuns e que o bicho já havia agredido outras pessoas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags