Participamos do

Anitta rebate crítica de Bolsonaro: "Também faria isso se eu fosse ruim!"

Segundo a cantora, a ideia de fazer as lives surgiu pois grande parte da população brasileira não tem acesso a conhecimentos básicos de política; Bolsonaro afirmou que cantora "não sabe nada" sobre o tema
02:21 | Nov. 23, 2021
Autor Lara Vieira
Foto do autor
Lara Vieira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A cantora Anitta usou as redes sociais nesta segunda-feira, 22, para rebater críticas a ela feitas pelo presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, o chefe de Estado debochou da cantora ter tido aulas de política básica com a amiga e jornalista Gabriela Prioli no ano passado. Em resposta, Anitta apontou que Bolsonaro estava mais preocupado com a vida dela que com a economia do país.

A fala de Bolsonaro ocorreu durante um encontro com apoiadores, quando um deles pontua o fato que de Adolf Hitler começou a “doutrinação ufanista” pelas crianças. Dessa forma questionou o presente se essa estratégia não poderia ser adotada no Brasil. Jair Bolsonaro, por sua vez, não cita nomes, mas faz referencia às lives sobre política básica mediadas por Anitta e Gabriela.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Eu gostaria de botar imediatamente [as aulas] de educação moral e cívica, um montão de coisa lá, coisas boas. Eu ouvi um outro dia, tive saco de ver uns 10 minutos, duas mulheres. Podiam ser dois homens também, né? Ela não sabe nada! Não sabe o que é Poder Executivo. Daí, ela fala: ‘Não existe deputado municipal?’ Essas coisas absurdas! Isso daí não é só essa pessoa, é comum”, disse Jair Bolsonaro.

Com a repercussão, a cantora se pronunciou em seu perfil no Instagram. Ela republicou o vídeo e escreveu: “Mais uma vez, o presidente do país ocupado vendo o que eu faço ou deixo de fazer da minha vida. E por isso o país vai ladeira abaixo. Ao invés de se preocupar com essa economia, que o senhor disse que ia salvar, indo pro buraco!”, escreveu ao repostar vídeo com o corte da fala do presidente.

Anitta ainda usou a rede social e fez discurso em uma série de stories. "Isso mesmo presidente, eu e mais da metade dos brasileiros não sabemos quais são os três poderes, não sabemos, por exemplo, o dever do senhor que, ao invés de [estar] preocupado com o que eu tô fazendo da minha vida, devia estar cuidando do país, não é mesmo?!“, indagou.

“Olha os preços de tudo! Essa economia que o senhor disse que ia salvar! Ia ser a salvação da nossa economia. Pois muito bem, muita gente em nosso país não sabe o que deve fazer um presidente. Deve ficar no Twitter? No Instagram? Deve ficar fazendo fake news? Não! Muita gente não sabe", continuou. Anitta declarou que, como a maioria dos brasileiros, também não teve educação política durante a escola. "Será que já tem uma nova política de ensinar [política], de aplicar no ensino público brasileiro?”, questionou.

Segundo a cantora, esse foi o motivo de ter elaborado o projeto de lives com Gabriela Priori. “Então, sem vergonha alguma, eu decidi realmente tomar classes ao vivo para que toda minha audiência pudesse aprender junto comigo e minha amiga, que sim entende muito de política. E muita gente aprendeu. Fiz mais pela galera do que o senhor!", ressaltou Anitta.

“Nunca votarei em políticos que fazem piada dos cidadãos que não entendem sobre política! Porque um bom político deveria saber que o ensino público brasileiro é uma bosta e a gente não entende nada de política!", frisou a cantora. Segundo Anitta, o fato de Jair Bolsonaro atacar personalidades da mídia ressalta sua má gestão.

“Se eu fosse presidente e fosse ruim no que eu tô fazendo, também ia fazer isso, pegar entrevista e falar: ‘Oh, tenho 10 minutos!’. E ia ficar só falando merda, falando besteira dos outros pra viralizar e não responder nada das coisas que eu preciso fazer. Aí acabou os 10 minutos nem deu tempo de falar das merdas que eu tô fazendo, só falei mal dos outros, ganhei os likes no Twitter e lacrei. Esqueci o que era pra fazer. Eu também faria isso se eu fosse ruim!”, concluiu.

A jornalista Gabriela Prioli também se posicional no Twitter sobre a declaração do presidente. "Recebi agora um corte de um vídeo e queria dizer: bem-vindo, Jair, às minhas redes. Fica à vontade, não repara a bagunça. De fato, no Brasil, tem muita gente que não entende o básico de política. E aí, a gente enfrenta consequências desastrosas, como foi a eleição do senhor, em 2018", alfinetou a apresentadora.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags