Participamos do

Quem são as outras vítimas do acidente aéreo que vitimou a cantora Marília Mendonça

Tio da cantora, produtor, piloto e copiloto da aeronave também morreram na queda do avião; maioria deles deixa esposa e filhos
11:02 | Nov. 06, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O acidente aéreo que vitimou a cantora Marília Mendonça matou mais quatro pessoas na tarde da última sexta-feira, 5. Além da artista, a queda da aeronave no interior de Minas Gerais matou o tio e assessor da cantora, Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Medeiros Júnior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana.

Henrique Ribeiro foi produtor do cantor Cristiano Araújo, vítima de um acidente de carro em 2015. Ribeiro morava há uma década em Goiânia e estava há seis anos trabalhando com Marília. Nas redes sociais, ele registrava os últimos momentos da equipe antes de entrar no avião.

No último domingo, ele usou as redes sociais para comemorar o retorno aos palcos. "Trabalhe com o que você ama e nunca mais precisará trabalhar na vida. Estamos de volta!".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Henrique Bahia (@henrique_ba)

O tio e assessor da cantora, Abicieli Silveira Dias Filho, foi outra vítima do acidente, ele era casado e tinha uma filha de apenas quatro meses. Sempre presente nas viagens, pessoas próximas ao tio da cantora o retrataram como um incentivador da carreira de Marília.

O piloto da aeronave Geraldo Medeiros Júnior, 56 anos, morava em Brasília. Nascido no Piauí, Geraldo deixou a esposa e três filhos. A filha mais velha de Geraldo, homenageou o pai nas redes sociais. "Te amo para todo sempre. Descansa em paz, pai", escreveu Vitória Medeiros, de 19 anos. Em uma foto antiga, ao lado do pai, ela também agradeceu ao piloto.

Em entrevista à TV Clube, o primo de Geraldo, Honorato Drummond afirmou que a família está abalada e sem acreditar no que aconteceu. O aviador pilotava o bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave estava em situação regular e autorizada para táxi aéreo.

O copiloto Tarciso Viana, de 37 anos, também vivia no Distrito Federal. Pai de dois filhos, um de 5 anos e outro de 22 anos, Viana deixou ainda a esposa que está grávida do terceiro filho do casal. Nádia Viana, uma das irmãs de Tarciso, lembrou o copiloto como um “servo de Deus” que “lutou muito para ser piloto e morreu fazendo o que amava", disse ao portal G1.

Nas redes sociais, outra irmã do copiloto prestou homenagens ao aviador. "Ele era profissional. Você foi um herói. Sei que tentou de tudo. Meu piloto preferido", escreveu.

O velório da cantora Marilia Mendonça deve começar a partir das 13 horas deste sábado, 6, em um ginásio de Goiânia. Cerca de 100 mil pessoas são aguardadas, conforme projeção do governador de Goiás, Ronaldo Caiado. O enterro será no fim da tarde, mas reservado a familiares e a amigos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags