Participamos do

Motorista persegue, atropela e mata cadela no Distrito Federal

A cadela não resistiu aos ferimentos e morreu na hora
14:31 | Nov. 03, 2021
Autor Melissa Carvalho
Foto do autor
Melissa Carvalho Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma cadela conhecida como Margô foi atropelada e morta na terça-feira, 2, dentro de um condomínio no Park Way, no Setor de Mansões do Distrito Federal. O responsável pelo atropelamento foi o motorista de uma caminhonete que acelerou e perseguiu Margô. A Polícia busca identidade do condutor.

Segundo o portal Metrópoles, a cadela não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. As imagens da câmera de segurança mostram que o motorista, mesmo após ver a cadela em frente ao veículo, continua a acelerar.

Jairo Rodrigo de Oliveira, de 43 anos, era o responsável por Margô e registrou um boletim de ocorrência contra o motorista. “Já fui na 21ª DP e registrei a ocorrência. Um bicho inocente, não dá para entender”, afirmou. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Margô apareceu no condomínio há cerca de sete meses. Jairo passou a cuidar do animal após nenhum dos vizinhos demonstrar interesse. Segundo o tutor, Margô saiu para dar uma volta durante a noite enquanto a observava no portão. Quando passou uma moto na rua, Jairo chamou a cadela de volta.

“Só que depois veio uma caminhonete: eu gritei, abanei as mãos e o motorista simplesmente acelerou”, relembra. As câmeras de segurança registraram que o condutor chegou no local meia hora antes do ocorrido, foi até o final da rua e voltou. Porém, não é possível ver seu rosto nas imagens. 

 

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags