PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Gabriel Diniz, Cristiano Araújo e Ricardo Boechat: relembre famosos que morreram em acidentes

Além de Gabriel Diniz, os cantores Cristiano Araújo, João Paulo, Claudinho; os integrantes de Mamonas assassinas; o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ayrton Senna

22:31 | 27/05/2019
Cristiano Araújo (à esquerda), Gabriel Diniz (Centro) e Ricardo Boecht (à direita) morreram em acidentes.
Cristiano Araújo (à esquerda), Gabriel Diniz (Centro) e Ricardo Boecht (à direita) morreram em acidentes.(Foto: Reprodução)

Morreu no começo da tarde desta segunda-feira, 27, o cantor Gabriel Diniz, em acidente de avião no estado de Sergipe. Este não foi o primeiro famoso que teve a carreira interrompida nessas circunstâncias.

Em fevereiro deste ano, o jornalista Ricardo Boechat faleceu após queda do helicóptero, em São Paulo. Em 2015, o sertanejo Cristiano Araújo e a sua namorada, Allana Moraes, morreram depois de acidente de carro em Goiás.

Gabriel Diniz

Cantor Gabriel Diniz, do hit "Jenifer", morreu no início da tarde desta segunda-feira, 27, em acidente de avião.
Cantor Gabriel Diniz, do hit "Jenifer", morreu no início da tarde desta segunda-feira, 27, em acidente de avião. (Foto: Divulgação)

Além de Gabriel Diniz, outros dois ocupantes da aeronave vieram a óbito. A informação foi confirmada, em nota, pelos empresários do cantor.

LEIA MAIS | Cantor Gabriel Diniz, do hit "Jenifer", morre em acidente de avião

"A Luan Promoções, familiares, fãs, amigos e equipe estão todos muito abalados com está triste notícia que pegou todos de surpresa nessa manhã, 27. Com muito pesar confirmamos a morte do Gabriel Diniz e de todos tripulantes! O cantor estava em um bimotor que caiu no sul do estado de Sergipe no começo dessa tarde", comunicou.

Cristiano Araújo

Cantor Cristiano Araújo.
Cantor Cristiano Araújo. (Foto: reprodução/Instagram)

O sertanejo Cristiano Araújo, 29, morreu em um acidente de carro na BR-153, no Km 613, em Goiás. Além do cantor, faleceram a sua namorada, Allana Moraes, e outras duas pessoas que também estavam no veículo que saiu da pista e capotou várias vezes.

Allana morreu no local do acidente e o cantor sertanejo foi levado em estado grave para o Hospital Municipal de Morrinhos. Depois, ele foi transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia, que confirmou a morte dele durante a manhã.

Ricardo Boechat

RICARDO BOECHAT
RICARDO BOECHAT (Foto: DIVULGAÇÃO)

Queda de helicóptero na manhã do dia 11 de fevereiro, em São Paulo, vitimou o jornalista Ricardo Boechat. Em anúncio oficial na TV Bandeirantes, o apresentador José Luiz Datena confirmou a morte do jornalista, visivelmente emocionado. "Nunca pensei que daria esta notícia", afirmou. O radialista de 66 anos estava retornando de Campinas. As causas do acidente ainda não são conhecidas.

Por volta das 11h30min, o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a ocorrência de uma aeronave que caiu no quilômetro 7 do Rodoanel, em São Paulo. O órgão divulgou por meio do Twitter que o piloto e copiloto morreram carbonizados. Outra pessoa teria ficado ferida, pois, no momento da queda, o helicóptero bateu na frente de um caminhão que trafegava pela via e o motorista foi atingido.

Mamonas assassinas

Grupo Mamonas Assassinas.
Grupo Mamonas Assassinas. (Foto: Divulgação)

Há 23 anos, um acidente tirou a vida dos integrantes da banda Mamonas Assassinas. Símbolo de libertação, alegria e extravagâncias, o grupo conquistou o Brasil com músicas irreverentes e satíricas que ficaram na memória popular. Mamonas foi sinônimo, também, da primeira dor de uma geração que ainda não estava acostumada com a perda.

Em junho de 1995, o grupo se tornou um fenômeno da cultura pop com o lançamento do primeiro álbum. O disco vendeu mais de 3 milhões de cópias, 25 mil só nas primeiras 12 horas após a estreia nas rádios.

Ayrton Senna

Ayrton Senna
Ayrton Senna (Foto: DIVULGAÇÃO)

Domingo, 1º de maio de 1994. O Brasil, como sempre, parava para acompanhar um Grande Prêmio (GP) de Fórmula 1, agora o de San Marino - território dentro da Itália -, realizado em Ímola. A expectativa de possível vitória de Ayrton Senna em sua Williams era enorme. Mas o que veio ninguém esperava: um acidente fatal envolvendo o brasileiro. A então curva Tamburello - a mesma onde Nelson Piquet sofreu acidente em 1987, que o afetou pelo resto da vida, e onde Gerhard Berger viu sua Ferrari em chamas em 1989 -, manteve forte a alcunha de perigosa depois de causar a morte do paulista aos 34 anos de idade.

Três acidentes em três dias. Duas mortes. Foi este final de semana em Ímola, que ainda viu a morte do austríaco Roland Ratzenberger um dia antes de Senna e a fortíssima batida de Rubens Barrichello na sexta-feira, 29. Senna, inclusive, defendia que aquela corrida não fosse realizada depois da primeira tragédia fatal. Com a proposta descartada, o piloto da Williams chegou a pedir para separarem a bandeira da Áustria - ele iria vencer o GP por Ratzenberger. Iria, não fosse a batida na Tamburello, que depois do desastre deixou de ser curva e hoje é chicane - parte do circuito destinada à diminuição de velocidade.

João Paulo

João Paulo (à esquerda) e Daniel.
João Paulo (à esquerda) e Daniel. (Foto: reprodução/Instagram)

Nascido em Brota, no estado São Paulo, José Henrique dos Reis, o João Paulo, da dupla com Daniel, faleceu em 11 de setembro de 1997, aos 34 anos. Às 3h do dia 12 de setembro, o artista dirigia uma BMW na Rodovia dos Bandeirantes com destino a sua cidade natal. Durante o percurso, o carro capotou e pegou fogo. O cantor morreu carbonizado, preso às ferragens.

Claudinho

Claudinho (à esquerda) e Buchecha.
Claudinho (à esquerda) e Buchecha. (Foto: Reprodução/Instagram))

Em 13 de julho de 2002, o cantor Cláudio Rodrigues de Matos, de 26 anos, que fazia dupla com Buchecha, faleceu em acidente na Rodovia Presidente Dutra no Rio de Janeiro. Conforme informações do portal Terra, o carro que Claudinho viajava derrapou e bateu em uma árvore. Claudinho morreu na hora.

Redação O POVO Online