"Não vou fazer campanha com ele", diz Alckmin 

PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

"Não vou fazer campanha com ele", diz Alckmin

2018-09-05 01:30:00

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, afirmou ontem que pretende reduzir o número de ministérios. "Pelo menos dez ministérios serão extinguidos, ainda estamos avaliando quais. Além da redução de custos, a ação contribui para a eficácia e integração política", argumentou durante sabatina transmitida pela Rádio O POVO/ CBN, na manhã de ontem.

 

O candidato também afirmou que não pretende apoiar Aécio Neves (PSDB) na eleição para deputado federal por Minas Gerais. "Eu não vou estar com Aécio no palanque, não vou fazer campanha junto com ele", afirma. O candidato disse ainda que os únicos votos contrários à permanência de Aécio na Presidência do PSDB, em 2016, partiram da ala paulista da legenda, ligada a ele, Alckmin.

 

Alckmin defendeu a criação de uma guarda nacional permanente para "reforçar e ser parceira dos estados", começando com uma brigada de cinco mil homens e mulheres. O candidato propôs ainda investir no serviço de investigação e em prisões, além de policiamento comunitário e bonificação para profissionais de segurança que atingirem metas.

 

TAGS