PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Partido Novo diz que já abriu mão de R$ 1 milhão do fundo partidário

2017-01-23 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Isabel Filgueiras

[email protected]

O coordenador de eventos do Partido Novo no Ceará, Marcelo Marinho, disse que a legenda nunca usou o dinheiro que recebe do fundo partidário por ser contra o financiamento público. Mensalmente, o partido recebe R$ 87.844,05 , mas segundo dirigentes, nenhum centavo do dinheiro foi gasto até hoje.


“Está acumulando em uma conta do partido e vamos devolver ao Tribunal Superior Eleitoral em 2018. Creio que já tenha por volta de R$ 1 milhão. O Novo é autossustentável, independente financeiramente. O fundo é pago com dinheiro de impostos e somos contra isso. Queremos menos impostos”, afirmou o coordenador Marcelo Marinho.


Ele disse que o TSE multa o partido regularmente por não utilizar o fundo. “Pagamos a multa com o caixa próprio. Achamos incoerente usar o dinheiro do fundo partidário para qualquer finalidade”, explicou. O Tribunal não atendeu às tentativas de contato do O POVO para comentar o assunto no último domingo, 22.


O partido, que existe oficialmente desde setembro de 2015, defende princípios do liberalismo econômico que reduz o tamanho da máquina pública, portanto, a carga tributária. A maioria dos filiados é formada por profissionais liberais que contribuem mensalmente para sustentar a agremiação.


Marcelo, por exemplo, é economista e gerente comercial de uma grande empresa. O coordenador de marketing do Novo em Fortaleza, Giovani Garcez, é publicitário e explica que todo o trabalho dentro do Novo é voluntário.


Ele organiza eventos como o Novo na Rua para divulgar o partido. No último ano, a iniciativa esteve nos bairros Cocó, Praia de Iracema e Meireles, na Praça das Flores. O mais recente ocorreu no último sábado, 21, no Lago Jacarey, na Cidade dos Funcionários.


“São áreas nobres, mas vamos começar a ir para outras partes da cidade, como Centro, Bairro de Fátima. Ainda somos um movimento pequeno, aos poucos, vamos chegar”, disse.


Giovani faz parte do grupo de pessoas que se uniu ao partido no calor das manifestações de rua que começaram em 2013. Ele afirmou que a maioria dos filiados não tem histórico na política e que os novos membros são escolhidos segundo os princípios do partido.


Eleição 2016

De acordo com Giovani, quatro vereadores do Novo foram eleitos no ano passado. “Preferiram concorrer em locais onde havia mais gente do partido próxima dos fundadores. Foi uma estratégia. Visão de longo prazo é um de nossos valores”, disse.

 

Todas as vagas foram disputados no eixo Sul-Sudeste, elegendo candidatos em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

 

Serviço

 

Apresentação do Partido Novo Fortaleza

Quando: 27/1/2017

Onde: Hotel Golden Tulip Iate Plaza - Avenida Beira Mar , 4753

Outras informações: novo.org.br/eventos

Saiba mais


Fundo partidário

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, os 35 partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebem R$ 60.375.717,76 em duodécimos.

 

Quem recebe

Em novembro de 2016, o Partido dos Trabalhadores (PT) foi o que recebeu o maior montante: R$ 7.972.580,49. O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) obteve R$ 6.540.147,35 e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) recebeu R$ 6.736.120,75, seguido pelo Democratas que teve R$ 2.451.388,97 do total de R$ 60,3 milhões.

 

Adriano Nogueira

TAGS