PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Mais italianos do que nunca

01:30 | 14/09/2018
Sirigado com camarão e peixe grelhado, camarões ao molho de pimentões e purê de macaxeira Divulgação
Sirigado com camarão e peixe grelhado, camarões ao molho de pimentões e purê de macaxeira Divulgação

Tudo começou a partir de uma variedade de ideias, porém ainda sem conceito definido. O chef Felipe Viana parou e iniciou sua escolha a partir de uma roteirização. Segundo o chef Felipe, a mudança do cardápio se fazia necessária e precisava ser representativa. "Atingimos uma meta de 75% de pratos novos. O Geppos é um espaço que já tem história no mercado gastronômico de Fortaleza. Então, durante a inserção de pratos novos tive o cuidado de considerar aqueles que eram muito pedidos e que são preferenciais dos nossos clientes. É necessário esse cuidado para que o cliente possa se acostumar com os pratos novos", aponta Felipe. Ele diz que todo o processo partiu de um conceito basilar. Felipe precisava ter variedade. Mas essa diversidade estava unida ao sabor, aroma e delicadeza. Era necessário que fosse aprazível. "Nosso cardápio tem frutos do mar, temos carnes preparadas em cocções diferentes, paleta de cordeiro, cozinhadas em baixa temperatura, sendo essa uma das características do meu trabalho. Ele se fundamenta na culinária italiana".

 

O chef diz que tudo foi preparado para que o cliente receba uma culinária aromatizada, com prazer visual e sabor agradável. Assim é o cardápio novo elaborado pelo chef Felipe Viana, paulista que veio para Fortaleza há três anos. Ele veio conhecer a cidade e seu mercado gastronômico e se apaixonou por aqui.

 

Sommelier Narcízio Filho e chef Felipe Costa assinam a carta de vinhos e o menu do Geppos, respectivamente JOÃO FILHO TAVARES E DIVULGAÇÃO
Sommelier Narcízio Filho e chef Felipe Costa assinam a carta de vinhos e o menu do Geppos, respectivamente JOÃO FILHO TAVARES E DIVULGAÇÃO

Felipe já fez um ano de Geppos. Ele deu um tempo para realmente estudar e ter uma noção mais aprofundada do mercado e dos clientes do restaurante. O chef vem de uma longa trajetória e comenta que começou na gastronomia italiana, trabalhou com um chef francês onde absorveu muito do estilo da culinária francesa e nesse tempo de Fortaleza, ele debruçou-se sobre um estudo e observação dos insumos da culinária regional. O Chef coloca então, nesse processo mesclado de diferentes culturas, na mesa do Geppos uma gastronomia simples, suave, elaborada com uma delicadeza de sabores e, ao mesmo tempo, com uma essência clara de sua personalidade. Essa personalidade se revela na sua maneira simples e delicada de conversar com muito profundidade sobre seu projeto de vida intensamente relacionado à gastronomia. "Eu sou brasileiro e tenho essas três bases de orientação na minha cozinha: a italiana, a francesa, a brasileira e, por último, a culinária regional muito rica em seus insumos. Estou utilizando a carne de sol, a macaxeira, o queijo coalho, a castanha em minhas texturas, espumas e no aproveitamento dos sabores, complementado pelo aroma. O cardápio tem como conceito básico essa junção" define Felipe Viana.

 

Ivonilo Praciano

TAGS