Participamos do

Os tatuzões contra a nova licitação do Metrofor

00:00 | Mai. 13, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

Há dois tatuzões a cavar contra o Governo do Estado ante a rescisão do contrato anterior para as obras da Linha Leste do Metrofor: as conclusões do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público de Contas do Estado (MPC). Ambos se manifestaram a favor das argumentações das empresas do contrato antigo – Acciona e Marquise. Mas nova licitação já está em andamento.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O TCU alertou para a possibilidade de vir a determinar a anulação da rescisão. Já o MPC apresentara parecer no qual considerou improcedente o questionamento do Estado contra a entrada da Marquise no consórcio com a espanhola Accciona. Como O POVO já noticiou na sexta-feira, apenas um consórcio se apresentou pela retomada da obra, sob nova licitação: Ferreira Guedes e outra espanhola, a Sacyr. A posição da Justiça estadual tem sido favorável ao Governo. Vem derrubando os pedidos de empreiteiras contrárias ao processo.

 

A Camargo Corrêa pedia a suspensão da concorrência para revisão do projeto básico, alegando estar defasado e apontando suspeições sobre a empresa autora do projeto, a MWH. A empresa fora citada em acordo de leniência da Camargo como cúmplice em tentativa de fraude na licitação de 2013. A Queiroz Galvão também teve pedido negado no TJCE. Em tempo: o metrô já deveria estar a funcionar neste ano. Mas não tem nem 3% feitos.

 

MOMENTO

 

A praia do material de construção

O evento da Acomac-CE, a associação que reúne os comerciantes do setor no Estado, no fim da semana, no Cumbuco, trará participantes de todo o Brasil. À frente o presidente Carlito Lira. Ele lidera um universo de lojistas de pequeno e médio porte, responsáveis em larga medida pelo vigor do segmento. Um dado: pesquisas de mercado mostram que o raio de influência de uma loja é de 3 km. Mais do que meia légua o cliente não vai, segundo Carlito. A menos que seja a um home center, caso da Normatel, cujo presidente Antonio José (Bombinha) Melo, fará palestra no evento. Em tempo: o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Loyola, falará na manhã de sábado.

 

BREVE NA PI

 

Mall à beira mar

Aquele terreno ao lado do Hotel Sonata de Iracema, defronte ao Aterrinho da Praia de Iracema, deverá dar lugar a um open mall de porte médio, com funcionamento 24 horas por dia, mirando no público local e também nos turistas. O projeto tem assinatura do escritório de Marcos Novais, segundo a dona do hotel e do terreno, Ivana Bezerra. Ela ainda pretende esperar pesquisas para trabalhar o posicionamento. “Mas será uma mão na roda para quem for frequentar a roda-gigante, a nossa Iracema Eye”.

 

JOGO RÁPIDO

TERÇA E QUARTA, o Ceará 2050 fará o seminário “O Ceará que será em 2050”, no Centro de Eventos. O professor Rivadávia Alvarenga Neto (ex-HSM) fará a conferência magna. 

 

TST

 

Contribuição sindical derrubada

Decerto, um dos maiores impactos da nova Lei Trabalhista diz respeito ao recolhimento da contribuição sindical (laboral e patronal). Desde então, e com mais frequência nos meses de março e abril, os Sindicatos passaram a adotar estratégias para tornar obrigatório o recolhimento da contribuição. Fazem assembleias e tornam compulsório o recolhimento. Mas em caso acompanhado pelo escritório Rocha, Araújo e Arrais, banca também especializada em Direito do Trabalho, uma empresa cearense recorreu ao TST ante decisão do TRT 7, que a mandara recolher a contribuição sindical de todos os empregados. O TST acatou. Entendeu não haver a garantia de que, em caso de julgada improcedente depois, não haveria como pedir de volta os valores já descontados. Em suma: em casos de liminares de juízes singulares ou Tribunais Regionais, vale a pena brigar em Brasília.

 

BONELLI NÃO VAI MAIS DESISTIR

Não, Giorgio Bonelli não desistiu do The Alchymist Beach Club na Lagoa de Jijoca. “Nos últimos dias tive tantas manifestações de solidariedade com nossa barraca, com nossa maneira de fazer as coisas, que desisti de deixar o Ceará”. O italiano disse à Coluna, por telefone, de Milão, que vai brigar na Justiça por uma liminar que lhe assegure o direito de voltar a operar, após a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) ter suspendido a Licença de Operação no fim de abril. No dia 29, o domingo que antecedeu o feriadão de 1º de maio, ele anunciara a abertura apenas para doação dos alimentos estocados. Até a noite de sexta-feira a barraca seguia fechada.

 

HORIZONTAIS

FARO ESPANHOL - O Santander agenda para o próximo mês abertura da agência de Juazeiro do Norte. O faro dos espanhóis é treinado para o microcrédito, especialidade da estatal Banco do Nordeste, com Crediamigo e Agroamigo.

INTEIRA – O presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, recebe nesta segunda, 19 horas, na Câmara Municipal, a medalha Boticário Ferreira, a mais importante da Casa. Propositura do presidente Salmito Filho (PDT).

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente