Participamos do

Atletas do Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio: confira nomes por modalidade

253 brasileiros representam o Brasil, entre atletas guias, calheiros, goleiros, timoneiros e outros. Do total, 159 são homens e 94, mulheres. 37% dos nomes são atletas estreantes na competição
20:48 | Ago. 16, 2021
Autor Mateus Brisa
Foto do autor
Mateus Brisa Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Brasil tem sua segunda maior delegação na história dos Jogos Paralímpicos durante a edição deste ano, em Tóquio, Japão. 253 brasileiros representam o País, entre atletas guias, calheiros, goleiros, timoneiros e outros. Do total, 159 são homens e 94, mulheres. A maior delegação foi registrada nas Paralimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, com 286 brasileiros.

A lista oficial com os nomes da delegação brasileira de Tóquio foi divulgada em 6 de agosto último. 37% dos nomes são atletas estreantes na competição. 47 homens e 40 mulheres disputarão em uma edição dos Jogos Paralímpicos pela primeira vez. As Paralimpíadas de Tóquio começam às 8 horas de segunda-feira, 23 de agosto, e terminam no mesmo horário de domingo, 5 de setembro.

Confira os nomes dos brasileiros enviados à Tóquio, divididos entre as 22 modalidades da edição:

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Atletismo (66 vagas)

35 vagas foram garantidas por meio do Mundial de Dubai e outra foi conquistada na Maratona de Londres. Outros atletas se juntaram através de ranking, posteriormente. Além dos 66 totais, outros 20 atletas-guias compõem a delegação.

  • Alan Fonteles
  • Alessandro Rodrigo
  • Alex Douglas
  • Ana Claudia da Silva
  • Aser Mateus Ramos
  • Christian Gabriel da Costa
  • Cícero Nobre
  • Claudiney Batista dos Santos
  • Daniel Mendes Silva
  • Daniel Tavares Martins
  • Edenílson Floriani
  • Edilene Boaventura
  • Edneusa Santos
  • Edson Pinheiro
  • Elizabeth Gomes
  • Emanoel de Oliveira
  • Fábio Bordignon
  • Fabrício Ferreira
  • Felipe Gomes
  • Fernanda da Silva
  • Flávio Reitz
  • Francisco de Lima
  • Gustavo de Oliveira Dias
  • Izabela Campos
  • Jardênia da Silva
  • Jeohsah dos Santos
  • Jerusa dos Santos
  • Jhulia Karol da Fonseca
  • João Victor Silva
  • Joeferson de Oliveira
  • Julio Cesar dos Santos
  • Julyana da Silva
  • Kesley Teodoro
  • Ketyla Teodoro
  • Leylane Moura
  • Lorena Spoladore
  • Lucas de Sousa Lima
  • Lucas Prado
  • Marco Aurélio Borges
  • Marivana da Nóbrega
  • Mateus Evangelista
  • Michel de Deus
  • Paulo Guerra
  • Petrúcio Ferreira
  • Poliana de Sousa
  • Raíssa Machado
  • Rayane da Silva
  • Ricardo de Mendonça
  • Ricardo de Oliveira
  • Rodrigo da Silva
  • Samira Brito
  • Silvânia de Oliveira
  • Tascitha Cruz
  • Thalita da Silva
  • Thiago Paulino
  • Thomaz de Moraes
  • Tuany Siqueira
  • Vanessa de Souza
  • Vinícius Gonçalves
  • Vítor de Jesus
  • Vivane Soares
  • Wallace dos Santos
  • Washington Júnior
  • Yeltsin Jacques

Atletas-guias:

  • Anderson Machado
  • Carlos Antônio
  • Cleiton Cezário
  • Eriton de Aquino
  • Felipe Veloso
  • Gabriel Aparecido
  • Guilherme Ademilson
  • Jackson Cesar
  • Jonas Alexandre
  • Laércio Alves
  • Laurindo Nunes
  • Lutimar Abreu
  • Mateus Santos
  • Newton Vieira
  • Renato Ben Hur
  • Rodrigo Chieregatto
  • Vilmar Roberto
  • Vinicius Amador
  • Wendel Silva

Badminton (uma vaga)

  • Vitor Tavares

Bocha (10 vagas)

Na modalidade, o Brasil tem representantes nas disputas por equipe e individuais. Uma delas foi conquistada via ranking mundial. Outros sete brasileiros servirão como calheiros.

  • Andreza Vitória de Oliveira
  • Eliseu dos Santos
  • Ercileide Laurinda
  • Evani Calado
  • Evelyn Vieira
  • José Carlos Chagas
  • Maciel Santos
  • Marcelo dos Santos
  • Mateus Carvalho
  • Natali de Fari

Canoagem (sete vagas)

  • Luís Carlos Cardoso
  • Debora Raiza Ribeiro
  • Fernando Rufino
  • Caio Ribeiro
  • Adriana Gomes
  • Giovane de Paula
  • Mari Christina Santilli

Ciclismo (cinco vagas)

  • Lauro Chaman
  • Jady Malavazzi
  • Ana Raquel Lins
  • André Grizante
  • Carlos Alberto Soares

Esgrima (quatro vagas)

  • Jovane Guissone
  • Carminha de Oliveira
  • Mônica Santos
  • Vanderson Chaves

Futebol de 5 (10 vagas)

O Brasil possui quatro medalhas de ouro paralímpicas na modalidade, além de título mundial em 2018.

  • Cassio Lopes dos Reis
  • Damião Robson Sousa Ramos
  • Gledson da Paixão Barros
  • Jardiel Vieira Soares
  • Jefferson da Conceição Gonçalves
  • Raimundo Nonato Alves Mendes
  • Ricardo Steinmetz Alves
  • Tiago da Silva
  • Luan de Lacerda Gonçalves (goleiro)
  • Matheus da Costa Coelho Bumussa (goleiro)

Goalball (12 vagas)

  • Ana Carolina Duartes Ruas Custódio
  • Ana Gabriely Brito Assunção
  • Jéssica Gomes Vitorino
  • Katia Aparecida Ferreira da Silva
  • Moniza Aparecida de Lima
  • Victoria Amorim do Nascimento
  • Alex de Melo Souza
  • Emerson Ernesto da Silva
  • José Roberto Ferreira de Oliveira
  • Josemarcio da Silva Sousa
  • Leomon Moreno da Silva
  • Romário Diego Marques

Halterofilismo/levantamento de peso (sete vagas)

  • João Maria França Júnior (até 49kg)
  • Bruno Carra (até 54 kg)
  • Ailton Bento de Souza (até 80kg)
  • Evânio Rodrigues da Silva (até 88 kg)
  • Mateus de Assis Silva (até 107 kg)
  • Lara Aparecida de Lima (até 41 kg)
  • Mariana D’Andrea (até 73 kg)

Hipismo (duas vagas)

  • Rodolpho Riskalla
  • Sérgio Oliva

Judô (nove vagas)

Tanto a equipe masculina quanto a feminina leva seis atletas para Tóquio, vagas conquistadas por meio dos mundiais de 2018.

  • Ana Carolina Duartes Ruas Custódio
  • Ana Gabriely Brito Assunção
  • Jéssica Gomes Vitorino
  • Katia Aparecida Ferreira da Silva
  • Moniza Aparecida de Lima
  • Victoria Amorim do Nascimento
  • Alex de Melo Souza
  • Emerson Ernesto da Silva
  • José Roberto Ferreira de Oliveira
  • Josemarcio da Silva Sousa
  • Leomon Moreno da Silva
  • Romário Diego Marques

Natação (36 vagas)

Quatro atletas foram ouro no Mundial de Londres, em 2019, e três foram prata, garantindo vaga nas Paralimpíadas. As vagas restantes foram obtidas por meio do desempenho dos nomes entre outubro de 2018 e janeiro de 2020.

  • Ana Karolina de Oliveira
  • Andrey Garbe
  • Beatriz Carneiro
  • Bruno Becker
  • Caio Amorim
  • Cacília Kethlen
  • Daniel Dias
  • Débora Carneiro
  • Douglas Matera
  • Edênia Garcia
  • Eric Tobera
  • Esthefany de Oliveira
  • Felipe Caltran
  • Gabriel Bandeira
  • Gabriel Cristiano
  • Gabriel Geraldo
  • Gabriel Melone
  • Joana Maria
  • João Pedro Brutus
  • José Ronaldo
  • Laila Suzigan
  • Lucilene da Silva
  • Maiara Regina
  • Maria Carolina Santiago
  • Mariana Ribeiro
  • Matheus Rheine
  • Patrícia Pereira
  • Phelipe Rodrigues
  • Roberto Alcalde
  • Ronystone Cordeiro
  • Ruan Felipe
  • Ruiter Silva
  • Susana Schnarndorf
  • Talisson Glock
  • Vanilton Antônio
  • Wendell Belarmino

Remo (oito vagas)

Três vagas foram asseguradas por meio do Campeonato Mundial de Remo e Remo Paralímpico 2019. O restante foi elencado via ranking.

  • Ana Paula Madruga
  • Cláudia Sabino
  • Diana de Oliveira
  • Jairo Klug
  • Josiane de Lima
  • Michel Pessanha
  • Rene Pereira
  • Valdeni da Silva
  • Jucelino da Silva (timoneiro)

Taekwondo (três vagas)

Modalidade estreante nos Jogos Paralímpicos, tem três representantes brasileiros recrutados via ranking mundial e Pan-Americano.

  • Débora Menezes (+58kg)
  • Silvana Fernandes (58 kg)
  • Nathan Torquato (61 kg)

Tênis de mesa (14 vagas)

10 brasileiros estavam confirmados na modalidade, cinco por meio do ranking mundial e cinco através do Parapan de Lima, em 2019. Mais tarde, quatro outros atletas foram classificados por Seletiva, conforme informado pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF).

  • Joyce Oliveira
  • Danielle Rauen
  • Paulo Salmin
  • Luiz Manara
  • Carlos Carbinatti
  • Bruna Alexandre
  • Cátia Oliveira
  • Lethícia Lacerda
  • Israel Stroh
  • Welder Knaf
  • David de Freitas
  • Jennyfer Parinos
  • Marliane Santos
  • Milena Franca

Tênis em cadeira de rodas (sete vagas)

A Federação Internacional de Tênis (ITF) confirmou cinco atletas brasileiros na modalide, conforme o ranking das diferentes categorias. Outros dois nomes foram anunciados posteriormente.

  • Ymanitu Silva
  • Daniel Rodrigues
  • Gustavo Carneiro
  • Rafael Medeiros
  • Mauricio Pomme
  • Meirycoll Duval
  • Ana Claudia Caldeira

Tiro com arco (seis vagas)

A primeira vaga foi conquistada por Jane Karla, que terminou o Mundial de 2091 em 6º lugar. As outras foram confirmadas posteriormente.

  • Andrey de Castro
  • Fabíola Dergovics
  • Hélcio Perillo
  • Heriberto Roca
  • Jane Karla
  • Rejane da Silva

Tiro esportivo (uma vaga)

Alexandre Galgani conquistou a única vaga da modalidade durante a Copa do Mundo de Tiro Esportivo, nos Emirados Árabes Unidos.

Triatlo (quatro vagas)

  • Jéssica Messali
  • Carlos Viana
  • Jorge Luis Fonseca
  • Ronan Codeiro

Vôlei sentado (24 vagas)

12 homens e 12 mulheres compõem a participação do Brasil na modalidade. Todos foram classificados no Parapan de Lima, 2019, onde o masculino conquistou o ouro e o feminino, a prata.

  • Adria da Silva
  • Ana Luiza Soares
  • Bruna Lima
  • Camila de Castro
  • Edwarda Dias
  • Gizele Dias
  • Jani Batista
  • Laiana Batista
  • Luiza Fiorese
  • Nathalie Silva
  • Nurya Silva
  • Pâmela Pereir
  • Anderson dos Santos
  • Alex Witkovski
  • Daniel Jorge da Silva
  • Daniel Yoshizawa
  • Diego Rebouças
  • Fabrício Pinto
  • Gilberto da Silva
  • Leandro da Silva
  • Renato Leite
  • Samuel Arantes
  • Wellington da Anunciação
  • Wescley de Oliveira

PARALIMPÍADAS DE TÓQUIO: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags