Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

"Peço que as pessoas não apontem o dedo", diz Marta após eliminação do Brasil

Marta defendeu as companheiras e ressaltou que as jogadoras deram o máximo na campanha em Tóquio após eliminação para o Canadá
09:00 | Jul. 30, 2021 Autor - Lucas Mota Tipo Notícia

A camisa 10 da seleção brasileira de futebol se emocionou ao falar sobre a eliminação da equipe para o time do Canadá, nos pênaltis, nas quartas de final da Olimpíada. Marta defendeu as companheiras e ressaltou que as jogadoras deram o máximo na campanha em Tóquio.

"Peço que as pessoas não apontem o dedo. Se tiver que apontar, pode apontar pra mim, que já estou acostumada. A nova geração não pode pagar por uma desclassificação. A gente precisa parar de cobrar tanto o que nunca foi investido antigamente", afirmou a craque do Brasil.

+ "Enquanto você dormia dia 7": judô sem medalha, vitória no vôlei e queda de Djokovic

Emocionada, ela lamentou de não ter conseguido o pódio para celebrar a despedida da experiente jogadora Formiga, 43 anos, da seleção.

"Fizemos aquilo que estava ao nosso alcance. Estou muito orgulhosa da equipe, de tudo que a gente viveu. Fica o gostinho de que poderia mais. Me dirigi a Formiga e disse que gostaria de viver mais uma vez aquela emoção de lutar por uma medalha com ela. Agradeço demais por tudo que ela fez por nossa seleção durante todos esses anos. Espero que todos possam enxergar da mesma maneira que estou enxergando. É inspiração para todas essas meninas que temos na seleção", comentou.

Sobre aposentadoria na seleção, Marta deixou a situação em aberto. "É difícil te dar essa resposta. Minha cabeça tá a mil, eu tô muito emocionada. Vou deixar essa resposta pra depois", afirmou em entrevista ao SporTV após a eliminação.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags