Participamos do

Festival Elos terá torneio de Fut7 exclusivo para times LGBTQIA+

Com 25 times inscritos e a participação de mais de 120 atletas, I Copa Elos de Fut7 da Diversidade será disputada nos dias 11 e 12 de dezembro nas areninhas do Castelão
19:03 | Dez. 03, 2021
Autor Martonio Carvalho
Foto do autor
Martonio Carvalho Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com dois dias de programação gratuita, a terceira edição do Festival Elos será realizada nos dias 11 e 12 de dezembro em Fortaleza. Com diversas atrações, o evento reúne atividades direcionadas à arte, cultura, sustentabilidade, esporte, entretenimento e responsabilidade social, com sedes no Centro Cultural Dragão do Mar e no Centro de Formação Olímpica (CFO).

Com várias modalidades dentro da programação esportiva, com competições de vôlei de praia, BMX, skate, tênis e beach tennis, o festival irá realizar a I Copa Elos de Futebol de Sete da Diversidade. Com 25 times inscritos e a participação de mais de 120 atletas, o torneio será disputado na areninha do Castelão nos dois dias de evento e terá equipes formadas por jogadores LGBTQIA+.

Paulo Feitosa, diretor da Quitanda Soluções Criativas, responsável pela organização do Festival Elos, garante que o Fut7 da Diversidade será mantido para as próximas edições do festival e ressalta a importância do espaço dado à pauta LGBTQIA+ no evento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Entendemos que esse é um dever político do festival, já que esse é um evento com múltiplas experiências, com um discurso de inclusão, com discussões de gênero, de raça e inclusão social. É uma discussão que temos aprofundado para quebrar as barreiras ligadas ao preconceito e que ainda existem dentro do universo do esporte. Por isso estamos dando toda visibilidade e projeção possível à esse debate, a fim de garantirmos a formação de direitos de qualquer cidadão comum. Seja ele LGBTQIA+ ou de qualquer outra classificação de gênero", disse.

 

Um dos criadores do Cangayceiros Futebol Clube, uma das 25 equipes que disputará a Copa da Diversidade, Renan Ridley comemora a realização do evento e destaca a importância de ocupar espaço em um cenário em que o preconceito é recorrente.

"Para nós, isso é muito importante. A ideia de ter um time inclusivo é justamente essa, mostrar que o esporte é um espaço de inclusão. Sabemos que ainda existe um caminho muito longo a ser percorrido, mas os poucos avanços que temos se dão graças a muita luta e resistência, como ocorre com organizações como essa, que se pauta na defesa do direitos humanos", observa.

Leia também: LGBTQIA+ entram em campo no Festival Elos, na I Copa de Fut7 da Diversidade

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags