Participamos do

Protocolo para volta do público em Fortaleza x Atlético-GO está na Sesa; conheça alguns pontos

Prioridade para sócios-torcedores, sem venda de ingressos no local no dia do jogo e uso de todos os setores são alguns dos pontos do protocolo enviado à Secretaria de Saúde do Estado
14:22 | Set. 27, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O protocolo para realização do primeiro evento-teste de retorno de público ao Castelão foi concluído e enviado à Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) para análise, no início da tarde desta segunda-feira, 27. O documento define como funcionará a logística para que tudo ocorra dentro dos protocolos de saúde contra o Covid-19.

Tudo indica que a partida seja Fortaleza x Atlético-GO, sábado, 2, pela 23ª rodada da Série A do Brasileiro e o Esportes O POVO apurou que a capacidade de 10%, autorizada pelo Governo do Estado, será baseada na capacidade total do estádio, que é de 63.904 pessoas. Isso significa que mais de 6 mil pessoas deverão estar presentes na praça esportiva.

Não haverá venda de ingresso no local da partida, no dia do jogo. O Fortaleza deverá operar toda a distribuição de ingressos usando, principalmente, o sistema do sócio-torcedor. Aliás, os associados que tomaram as duas doses deverão carregar a carteira digital de vacinação no aplicativo e o clube fará a validação.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A prioridade, segundo apurou o Esportes O POVO, será para sócios, que farão check-in dias antes do jogo. Pelo menos 85% da quantidade de lugares disponível no Castelão será destinada ao quadro de associados. Os outros 15% devem ser disponibilizados para os não-sócios, dentro da mesma condição de estar com o ciclo de vacinação completo.

No dia do evento, os órgãos envolvidos vão trabalhar para que não haja nada no entorno do estádio, como ambulantes ou barracas, com o intuito de evitar aglomerações. E todos os setores do estádio devem ser utilizados, mesmo com o número baixo de torcedores presentes, para garantir o espaçamento necessário e cumprimento correto dos protocolos.

Alguns detalhes do plano de ação, como quantidade de portões a abrir, serão definidos após aprovação da Sesa. A realização do evento-teste na partida entre Fortaleza e Atlético-GO também depende da aprovação do conselho técnico da Série A, que se reúne nesta terça-feira, 28, na CBF, e vai deliberar sobre o retorno imediato das torcidas aos estádios.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags