PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Fortaleza já usou mais de 30 jogadores na temporada 2021, mas seis ainda aguardam oportunidade

O ex-técnico Enderson Moreira rodou bastante o elenco, mas a forte concorrência no meio de campo, na defesa e no gol impossibilitaram que todos atuassem nos treze jogos da temporada até aqui

Brenno Rebouças
17:32 | 30/04/2021
Mariano Vazquez ainda não atuou na temporada 2021  (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
Mariano Vazquez ainda não atuou na temporada 2021 (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

Em treze jogos do Fortaleza na temporada 2021, o ex-técnico do clube, Enderson Moreira, promoveu a participação de 31 jogadores do atual elenco, mesmo que por uma só partida, como no caso de Ronald e Victor Ricardo, por exemplo. Apesar do elenco ter rodado bastante nesse recorte de tempo, seis atletas ainda não estrearam pelo Tricolor no período.

Os dois mais evidentes são os goleiros Max Wallef e Kennedy. A concorrência com Felipe Alves e Marcelo Boeck dificulta a possibilidade deles entrarem em campo, no ano passado, ainda com Rogério Ceni no comando do Fortaleza, Wallef chegou a ficar na frente de Boeck, como segundo goleiro do Leão. Na atual temporada, ele já esteve no banco de reservas — após ter se recuperado de uma artroscopia no joelho direito, no fim de 2020.

A briga por vaga no meio de campo também se intensificou com Enderson Moreira. Adepto a jogar com dois volantes e um meia, o ex-treinador não definiu o titular da última posição, tendo alternado em momento com Crispim, Luiz Henrique e, mais recentemente Matheus Vargas. O argentino Mariano Vázquez, no entanto, não teve espaço na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Cearense até aqui, contratando com a temporada anterior, em que jogou 34 vezes. O contrato dele com o Tricolor vai até julho.

O zagueiro Alix Vinicius, de 21 anos, que veio da Cabofriense-RJ também espera uma oportunidade. Ele já foi relacionado e esteve no banco de reservas, mas a concorrência no setor também é alta, com Quintero, Benevenuto, Wanderson, Jackson, quando estiver recuperado, e Titi, que ainda não chegou ao Pici e é outro que ainda precisa estrear. Ele já está regularizado e quando chegar não deve demorar muito a estrear, já que virá com status de titular.

Outro atleta que a torcida tricolor ainda não viu em campo é o atacante Wellington Nem. A diretoria do clube resolveu apostar na recuperação do atleta, que não joga desde dezembro de 2019 e fez um contrato de apenas três meses, com possibilidade de ampliação a depender do desempenho dele. Um mês já se passou e o jogador sequer foi relacionado para uma partida.

Até a estreia do clube na Série A, o Fortaleza fará seis jogos pela segunda fase do Campeonato Cearense, que é a competição de nível técnico mais baixo no calendário do clube, o que poderia viabilizar um teste para esses atletas. A troca de comando técnico pode favorecê-los, porque o novo treinador pode querer ver todos em ação.

O atual elenco do Fortaleza, disponível no site oficial, conta com 37 jogadores. A diretoria ainda pretende trazer um atacante e o novo técnico, quando definido, também poderá solicitar algumas peças. O Leão segue no mercado em busca de um nome.