PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

"Sonho antigo" do Fortaleza, Éderson comemora estreia com vitória e busca espaço no elenco

Alvo do Leão desde 2019, volante de 21 anos atuou pela primeira vez com a camisa tricolor diante do Atlético-CE e almeja se firmar entre os titulares da equipe

18:37 | 11/03/2021
Volante Éderson em treino do Fortaleza no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)
Volante Éderson em treino do Fortaleza no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)

Estreante na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-CE, na última quarta-feira, 10, pelo Campeonato Cearense, o volante Éderson festejou o resultado positivo no primeiro compromisso com a camisa do Fortaleza e espera conquistar espaço no elenco em meio à forte concorrência no setor. O jogador de 21 anos foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira, 11, e tratado como "sonho antigo" peo executivo de futebol Sérgio Papellin.

Contratado por empréstimo do Corinthians-SP até o final desta temporada, o camisa 13 já era alvo do Tricolor desde o final de 2019. O jovem meio-campista foi comandado no Cruzeiro-MG por Rogério Ceni, que o indicou para o clube do Pici, mas o destino acabou sendo a capital paulista. Desta vez, a investida teve sucesso e concretizou o desejo.

"É um atleta que, desde 2019, a gente tentava trazer para o Fortaleza. Ele e o David eram o sonho do Rogério quando foi nosso treinador. Conseguimos trazer o David naquele momento, mas, infelizmente, o Ederson seguiu outro caminho, foi para o Corinthians. Esse ano nós conseguimos vencer a briga com várias equipes, que queriam esse jogador, e trouxemos para o Fortaleza. Tenho certeza que vai dar muitas alegrias para o nosso torcedor, para o nosso clube, com grandes conquistas esse ano", disse Papellin.

LEIA MAIS

Yago Pikachu acerta saída do Vasco e vai assinar com o Fortaleza
Fortaleza tem negociação encaminhada com o meia-atacante Isaque, do Grêmio

Na última temporada, Éderson disputou 25 jogos pelo Timão e marcou três gols. Após poucas oportunidades no time alvinegro, o volante pede um prazo para melhorar a parte física e garante que pode fazer mais de uma função no setor de contenção. Contra a Águia, formou dupla com Juninho e afirmou que o gramado do Domingão, em Horizonte, atrapalhou no desempenho da equipe.

"Dessa estreia, eu fiquei mais feliz pela vitória, por ter estreado com o pé direito, que é muito importante. Não deu para ver muitas coisas individualmente e do time, coletivamente, pela questão do campo. O que deu para perceber é que o grupo é muito bom, todo mundo trabalha sempre 100%. Dá para ver que as coisas estão se encaixando. Estão chegando jogadores novos, como é meu caso, e cada um vai aprendendo um com o outro, vendo o que cada um tem de dificuldade e também o potencial. Conforme o tempo for passando, as coisas vão se encaixando e o time vai melhorando. Para essa próxima partida, acho que vai dar para ver mais individualmente e coletivamente também", explicou.

"Fiquei um tempinho sem jogar 90 minutos, acho que mais alguns jogos para poder pegar aquele ritmo de jogo e até conhecer muito bem a equipe e as estratégias que o Enderson tem. Acredito que não vai demorar muito (para estar 100%). Consigo atuar de primeiro e segundo volante, tenho essas características. Tenho a minha chegada ofensivamente, chute de longa distância", afirmou o novo dono da camisa 13.

No Leão do Pici, Éderson também terá disputa acirrada para conquistar uma vaga entre os titulares de Enderson Moreira. A dupla titular desde 2019, Felipe e Juninho, segue no clube, a exemplo de Ronald, que acertou vínculo de três anos. As caras novas ficam por conta de Matheus Jussa, ex-Internacional-RS, e Gustavo Blanco, emprestado pelo Atlético-MG, além de Pablo, oriundo do time de aspirantes.

"É uma disputa saudável. O clima é leve, todo mundo tem liberdade com todos. A gente sabe que se alguém cair um pouco em qualquer quesito, o outro está muito bem. Então, vai de quem estiver melhor naquele momento, trabalhando melhor ou em uma fase melhor. O que eu pude ver nesse tempo é que todo mundo dá 100% e não vai ser fácil para chegar e jogar, não. Vou dar o meu melhor, com certeza, porque quero jogar, mostrar para a torcida e para a equipe que posso ajudar", garantiu o volante.

Depois da estreia com triunfo no Estadual, o Fortaleza volta as atenções para a Copa do Nordeste. Líder do Grupo B, com 100% de aproveitamento, o Tricolor encara o Treze-PB no próximo sábado, 13, às 18h15min, na Arena Castelão.