PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Roger Carvalho aponta mérito da comissão técnica por bons números defensivos do Fortaleza

Tricolor do Pici tem a segunda defesa menos vazada da Série A do Campeonato Brasileiro 2020

Iara Costa
21:23 | 05/10/2020
Roger Carvalho atuou pela primeira vez na Série A 2020 na partida contra o Atlético-GO (Foto: Leonardo Moreira /FortalezaEC)
Roger Carvalho atuou pela primeira vez na Série A 2020 na partida contra o Atlético-GO (Foto: Leonardo Moreira /FortalezaEC)

Com 17 pontos somados em 13 rodadas, o Fortaleza ocupa uma posição confortável na tabela da Série A, a 10ª colocação. Com poucos gols marcados, contudo, o mérito da situação do time no certame é em grande parte do setor defensivo, que é o segundo menos vazado do torneio. E em coletiva cedida nesta segunda-feira, 5, o zagueiro Roger Carvalho apontou que os méritos dos bons números são da comissão técnica do Leão.

"(Os bons números defensivos) são uma virtude da comissão, da maneira que eles vem conduzindo todo o elenco do Fortaleza. Eles treinam da mesma maneira os 11 titulares e o restante do elenco. Cada um que entra sabe o que cumprir na função. Com certeza isso é uma virtude", apontou o defensor.

Leia também: Fortaleza x Atlético-MG: duelo do melhor ataque da Série A contra defesa menos vazada em casa

Jogando pela primeira vez na Série A 2020 empate do último domingo, 4, diante do Atlético-GO, Roger afirmou se sentir bem ao voltar aos gramados ao lado de Paulão. "Me senti bem, até melhor do que eu imaginava pelo tempo que eu estava sem jogar. Acredito que o ritmo, cada vez que você entra em campo, vai melhorando. A lesão que eu tive não foi fácil. Foi um longo período. Tive de ganhar condicionamento físico, então me sinto bastante feliz por poder voltar e ajudar meus companheiros".

O Fortaleza volta a campo nesta quarta-feira, 7, às 21h30min, diante do Atlético-MG, no Castelão. O defensor acredita que o Galo tem a vantagem por participar de menos competições e estar mais descansado, mas acredita que o Leão não deixará que o time de Sampaoli faça um jogo fácil.

Leia também: Fortaleza: desempenhos individuais ajudam a explicar segunda melhor defesa e quarto pior ataque da Série A