PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Fortaleza completa três jogos sem vencer; sequência não acontecia há quase um ano

O Leão do Pici não ganha desde o dia 21 de julho, quando bateu o América-RN na Copa do Nordeste

Domitila Andrade
21:44 | 08/08/2020
ROGÉRIO CENI fez substituições, mas Leão continuou previsível   
 (Foto: JL Rosa/O POVOA)
ROGÉRIO CENI fez substituições, mas Leão continuou previsível (Foto: JL Rosa/O POVOA)

Com a derrota em casa para o Athletico-PR, na estreia da Série A de 2020, o Fortaleza chegou a uma sequência indigesta de três jogos sem vencer. Desde que bateu o América-RN por 3 a 1, ainda na fase de grupos da Copa do Nordeste, o Leão não prova do sabor do triunfo. A má sequência não acontecia desde setembro de 2019.

Ano passado, no início do segundo turno do Brasileirão, o time principal do Leão empatou com o Bahia (1 a 1), e perdeu para o Palmeiras (1 a 0) e para o Athletico-PR (4 a 1). Na reta final da competição nacional, no entanto, o Tricolor do Pici emendou sete jogos sem perde (5 vitórias e 2 empates), o que garantiu a arrancada na tabela e nona colocação.

Leia também | Fortaleza perde para o Athletico-PR por 2 a 0 na estreia do Brasileirão

Desta vez, o Tricolor voltou do recesso de quatro meses do futebol emplacando quatro triunfos seguidos (três deles no Campeonato Cearense). Contudo, nas quartas de final da Copa do Nordeste o Leão ficou no 0 a 0 no tempo regulamentar, e passou de fase nas cobranças de pênaltis. Na disputa seguinte, amargou a eliminação por 1 a 0 contra o rival Ceará. Neste sábado, após 11 dias sem jogar, no Castelão vazio, o Fortaleza mostrou que sentido falta da força que vem das arquibancadas e perdeu por 2 a 0 para o Furacão.

Em coletiva, feita e divulgada pela assessoria de imprensa, o técnico Rogério Ceni, questionado sobre o jogo do Leão não ter encaixado nas últimas partidas, falou sobre os três resultado. "Nós encaixamos o jogo contra o Sport. O Sport ficou lá atras fechado o tempo todo, nós tentamos de todas as maneiras entrar. O Sport contra-atacou. Contra o Ceará foi a mesma coisa. O Ceará se fechou o tempo todo e numa bola parada fez o gol. Hoje, nos tentamos propor o jogo, mas é lógico que encontramos uma equipe bem qualificada, uma equipe que também propõe o jogo, que também tem posse de bola, que sabe jogar, que gira a bola mais rápido que a nossa, teve mais giro de bola e velocidade", aponto.

O Leão volta a campo na próxima quinta-feira, 13, contra o São Paulo, no Morumbi, pela segunda rodada da Série A.