PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Saiba como tem atuado o Independiente de Lucas Pusineri, adversário do Fortaleza na Copa Sul-Americana

Técnico argentino está no comando do clube de Avellaneda há quatro jogos

18:49 | 10/02/2020
Lucas Pusineri foi anunciado como técnico do Rojo em dezembro de 2019
Lucas Pusineri foi anunciado como técnico do Rojo em dezembro de 2019 (Foto: Twitter/Independiente )

A próxima partida do Fortaleza tem caráter histórico. É a primeira vez que o Tricolor do Pici irá disputar uma competição internacional e irá enfrentar ninguém menos que o tradicional time argentino Independiente, também conhecido como 'Rey de Copas' por ser o maior campeão da Taça Libertadores.

Embora as situações sejam desfavoráveis para o Leão quando se fala de histórico em torneios fora do país, a história é outra quando se discute sobre os domínios atuais de elenco. Enquanto o Tricolor vem de um trabalho a longo prazo com o técnico Rogério Ceni, o Diablo Rojo vai ao jogo com um técnico recém chegado e o Esportes O POVO o apresenta através dessa análise. 

Lucas Pusineri está no comando técnico do Rojo desde o final de dezembro e já colocou suas ideias em campo em quatro ocasiões, quando enfrentou River Plate, Boca Juniors, Rosário Central e, mais recentemente, seu maior rival Racing. Nesses quatro jogos, o técnico conquistou uma vitória, um empate e duas derrotas.

Suas equipes não sofreram variações de sistema nessas partidas, fosse jogando dentro ou fora de casa. Em todos os jogos, a base era o 4-4-2, mudando apenas algumas peças. No gol, a titularidade é fixa do goleiro Campaña. Nas laterais, Fabricio Bustos e na Sanchez Miño também tem vaga fixa na equipe de Pusineri.

A defesa geralmente é composta por Alan Franco e Alexander Barboza, mas este último esteve ausente em duas ocasiões: uma vez por suspensão e, no último duelo da equipe diante do Racing, por questões de saúde.

+ Mergulhado em crise: entenda o momento do Independiente, rival do Fortaleza na Sul-Americana

A dor de cabeça da equipe de Avellaneda quanto ao campo defensivo é a falta de peças. Uma vez que Alexander Barboza não esteve disponível, seu substituto, Gastón Silva, que atuou contra o Boca Juniors, sofreu uma torção no tornozelo direito. Atualmente, para substituir Alexander na posição, o técnico só tem disponível o jovem Barreto e caso este, por algum motivo não possa participar, algum jogador terá que ser improvisado na posição.

As principais mudanças em quatro partidas que Pusineri comandou ocorreram no meio de campo. O técnico começou seu trabalho com Pablo Pérez como titular, mas o atleta perdeu completamente o espaço na equipe após ser expulso no duelo contra o seu antigo time, Boca Juniors, no empate em 0 a 0 e, mesmo inscrito na Copa Sul-Americana, terá que reconquistar o treinador para voltar a ser escalado. Lucas Romero e Cecílio são base para esse setor do time, mas Domingo Blanco e Braian Romero têm participado da variação de meio de campo proposta pelo treinador.

No ataque, Leandro Fernández e Silvio Romero compõe a dupla de confiança de Pusineri. O primeiro jogando de maneira mais criativa, dando velocidade principalmente pelos lados do campo. O segundo é o capitão e responsável por empurrar a bola para o gol. Dispensa comentários, pois os números falam por ele: é artilheiro do Campeonato Argentino com 11 gols. A bola, porém, nem sempre chega no atacante.

Uma das principais limitações do Independiente é a falta de criatividade. No jogo contra o Racing, muitos foram os lançamentos de longa distância que não deram em nada. As finalizações também. Das 16 bolas que foram chutadas para o gol do rival, 10 foram de longa distância e acabavam na mão do goleiro adversário. Da mesma maneira foi contra o Boca Juniors.

Além da falta de criatividade, há ainda a deficiência no campo de marcação. Um problema que pode ser visto nos incontestáveis laterais de Pusineri, mas que reflete no elenco, que ao invés de marcar zonas e jogadores, opta por marcar a bola. O resultado disso pôde ser claramente visto na derrota diante do Racing por 1 a 0, em uma partida que o Rojo tinha dois jogadores a mais em campo.

No lance do único gol da partida, é possível observar que os seis jogadores que acompanhavam a tentativa de Cvitanich, atacante do Racing, de chegar ao ataque, marcavam apenas a jogada da bola, e foi assim que Marcelo Díaz conseguiu fazer o gol.

Confira: 

Apesar dos problemas técnicos, o Independiente é um time tradicional, principalmente na Copa Sul-Americana, que conquistou pela última vez há somente dois anos atrás. O jogo contra o Fortaleza poderá servir para salvar a temporada, por isso, Lucas Pusineri irá procurar potencializar as qualidades e aniquilar os problemas, para poder salvar o 2020 do Rojo e até mesmo seu emprego no time de Avellaneda.

Transmissão no DAZN

O duelo entre Independiente e Fortaleza, no Estádio Libertadores de América, em Avellaneda, na Argentina, terá transmissão exclusiva da plataforma de streaming esportivo DAZN.

Os novos assinantes do DAZN terão direito a um mês de acesso grátis à plataforma. O cancelamento pode ser feito a qualquer momento.

A partir do segundo mês, o custo mensal é de apenas R$ 19,90.

CLIQUE PARA EXPERIMENTAR O DAZN E ASSISTIR AO DUELO DE QUINTA-FEIRA