PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Ceni celebra permanência do Fortaleza na Série A e time pela 1ª vez no TOP 10 da tabela: "motivo de orgulho"

Treinador enalteceu campanha do time, mesmo diante de todas as dificuldades. E garantiu que o clube luta agora para garantir vaga na Sul-Americana.

Bruno Balacó
09:06 | 29/11/2019
Rogério Ceni é considerado por muitos o maior técnico da história do Fortaleza.
Rogério Ceni é considerado por muitos o maior técnico da história do Fortaleza. (Foto: AURELIO ALVES/O POVO )

Principal objetivo do Fortaleza na temporada, a manutenção do clube na Série A foi concretizada na noite desta quarta-feira, após o desfecho da 35ª rodada do Brasileirão. O feito, conquistado com três rodadas de antecedência, foi celebrado pelo técnico Rogério Ceni, na coletiva de imprensa após a vitória de 2 a 1 sobre o Santos, na Arena Castelão. De quebra, o treinador fez questão de exaltar também o fato de o Tricolor, pela 1ª vez neste Campeonato, estar entre os primeiros colocados na tabela. Com 46 pontos, o Leão ocupa a 10ª posição.

"Estar junto com esses caras me dá muito orgulho. Um time que veio da Série C há dois anos, ser campeão da Série B e com o menor orçamento da televisão. O Fortaleza é o time que menos ganha disparadamente. Ele ganha metade do que o 2° time que menos ganha na Série A. Conseguir colocar pela primeira vez a cara na primeira página da tabela, ao fim da 35ª rodada, é motivo de orgulho. Para a cidade de Fortaleza, para a torcida, que tem uma das três melhores médias de público da Série A, e para os jogadores. Os caras comparam a ideia. Quando eles acreditam fidedignamente nessa ideia, pode dar certo. O Fortaleza entrega, nesse momento, muito mais do que qualquer pessoa poderia esperar no futebol brasileiro, de um clube que ascendeu para a Série A e com a condição financeira que tem. Pra mim, é motivo de muito orgulho", destacou o técnico.

O técnico do Leão fez ainda questão de se declarar para o clube, que dirige há dois anos. Ao fazer um balanço de sua trajetória na equipe, relembrou a decisão de retornar ao time, após passagem rápida pelo Cruzeiro no meio do Campeonato. "Foi uma grande aventura, um grande risco assumido, uma volta pra cá, mas também foi uma forma de gratidão por tudo que pude viver aqui nesses últimos dois anos. Foi uma grande experiência na minha vida. Eu tive duas. A primeira quando cheguei no São Paulo com 17 anos e morei durante 4 anos embaixo da arquibancada do Morumbi até me tornar profissional e jogar por 25 anos no clube que tenho respeito e carinho muito grande, onde construí minha história como atleta. Hoje, dois anos se passaram e esse retorno ao Fortaleza também passo a ter como time do meu coração. São os dois clubes que guardo pra sempre no coração", afirmou.

Ceni destacou a atuação do Fortaleza na partida contra o Santos. Para ele, o sentimento de vencer o vice-líder do Santos é "fantástico". "Melhor jogo que eu vi na beira do campo. Pra gente isso tem um valor tremendo. Foi uma vitória histórica", enalteceu. Nos três jogos que o time ainda fará neste Brasileirão, contra Goiás (no próximo domingo, as 16h, no Serra Dourada), Fluminense (fora de casa) e Bahia (em casa), o foco está em lutar agora pela vaga na Sul-Americana. "Vamos em busca dessa vaga", reforçou o técnico.

PARA ASSISTIR: Na Prancheta comenta as virtudes da campanha do Fortaleza na Série A:  

PARA OUVIR: confira o novo episódio do Futcast:

Listen to "FutCast" on Spreaker.