PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Ceni afirma que Fortaleza está "menos pronto que antes" para encarar Avaí no retorno da Série A

Técnico do Leão não escondeu apreensão pelas saídas do elenco e chegada de apenas um reforço e disse que hoje não tem peças de reposição

22:11 | 09/07/2019
Rogério Ceni lamentou mais a saída de peças que a não contratação de muitos reforços
Rogério Ceni lamentou mais a saída de peças que a não contratação de muitos reforços (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza/Divulgação)

A quatro dias do Fortaleza reestrear pela Série A do Brasileiro, em jogo contra o Avaí, Rogério Ceni se mostra bastante preocupado. Em coletiva concedida na tarde desta terça-feira, 9, após a vitória do Leão sobre o Ferroviário por 2 a 1, em jogo amistoso, o técnico tricolor declarou que o time está “menos pronto que antes da parada para a Copa América”.

A afirmação se baseia, segundo o treinador, na saída de cinco jogadores, sendo três de frente (Júnior Santos, Matheus Alessandro e Marcinho) e um que entrava constantemente (Dodô), além da chegada de apenas um reforço (Mariano Vázquez), que provavelmente não estreia no sábado, 13. "Eu não tenho jogador pelo lado e também não tenho substituto do dez. Então vamos fazer o que é possível. E o Mariano talvez nem condições de jogo tenha para sábado. Estão correndo para regularizar, mas não acho que não vai ter (condições de jogo)", disse.

Adepto a um estilo de jogo agressivo, Rogério Ceni tem problemas no ataque. "Hoje temos um time no setor ofensivo abaixo do que tínhamos antes da parada para a Copa América", lamenta o treinador. Sobre reforços, ele demonstrou compreensão com a condição financeira do clube e disse que não adianta contratar por contratar. "O que nós procuramos é o jogador certo, agora o tempo passou, sábado tem jogo, o torcedor quer ver vitória e muitas vezes você não consegue oferecer o melhor que você podia", explicou.

Sem qualquer pudor de usar a palavra preocupação, o comandante tricolor diz ter medo também de perder peças durante os treinamentos, até sexta, 12, uma vez que não tem material para reposição. "Nós temos que torcer para um zagueiro não machucar e na frente, de velocidade, só tenho Osvaldo e Romarinho", disse.

Sem novas contratações, a diretoria chegou a subir dois atletas da base para fazer testes entre os profissionais. O zagueiro Renê e o meia Romário treinaram com Ceni, mas não convenceram. “São meninos, muitos jovens, verdes para jogar Série A do Brasileiro”, avaliou.

O Fortaleza encara o Avaí sábado, 13, no Castelão, em jogo válido pela décima rodada da elite nacional. O time titular deve ser o mesmo que enfrentou o Ferroviário em amistoso e tem Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Roger Carvalho, Carlinhos; Juninho, Felipe; André Luís, W. Paulista, Osvaldo e Romarinho.

Brenno Rebouças