PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Na final contra o Bahia, elenco principal do Ceará leva dois gols pela primeira vez na temporada

A última vez em que o Alvinegro levou dois tentos em casa foi na derrota diante do Fluminense, ainda pela Série A

19:06 | 08/05/2021
Goleiro Richard do Ceará foi um dos principais atletas por manter a defesa do Alvinegro entre as melhores (Foto: Aurelio Alves/O POVO)
Goleiro Richard do Ceará foi um dos principais atletas por manter a defesa do Alvinegro entre as melhores (Foto: Aurelio Alves/O POVO)

O Ceará foi derrotado por 2 a 1 contra o Bahia no jogo de volta da final da Copa do Nordeste, neste sábado, 8, na Arena Castelão. É a primeira vez na temporada que a defesa do Alvinegro leva dois gols atuando como mandante, feito que aconteceu pela última vez na 36ª rodada da Série A. Com a derrota, o Vovô encerrou a série invicta de 23 jogos no Nordestão e perdeu o título da competição.

A última vez que o Ceará sofreu dois gols como mandante foi na reta final do Brasileirão. O time de Porangabuçu perdeu por 3 a 1 do Fluminense pela 36ª rodada da Série A, ainda neste ano, no dia 15 de fevereiro. O Alvinegro tinha um sistema defensivo bem criticado e terminou a competição com um dos mais vazados do torneio.

Na atual temporada, A defesa do Ceará tem sido um dos pontos fortes da equipe. Com Guto Ferreira no comando, a defesa sofreu oito gols, contando com os dois da final contra o Bahia. A dupla Luiz Otávio e Messias que só havia sofrido um gol em oito jogos, foi batida pela segunda vez.

Ainda nesta temporada, a defesa do Ceará chegou a sofrer dois gols em uma mesma partida. Foi na derrota para o Ferroviário por 2 a 1, na estreia do Vovô no Campeonato Cearense. Porém, o time de Porangabuçu não contava com elenco principal e não era o mandante da partida. 

Após perder o título para o Bahia, o Ceará volta suas atenções para mais um confronto decisivo. O Vovô entra em campo para encarar o Arsenal de Sarandí, às 19h15min, na Arena Castelão, pela Sul-Americana. O alvinegro conta com a sua defesa forte e um ataque inspirado para triunfar contra os argentinos e manter a liderança do grupo C.