PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Presidente da Conmebol comemora a chegada das 50 mil vacinas: "beneficiará milhares de famílias"

Alejandro Dominguez, líder de instituição, colocou o momento como um marco "histórico"

10:22 | 29/04/2021
Alejandro Dominguez comemora a chegada das 50 mil vacinas doadas pela Sinovac Biotech em solos sul-americano (Foto: Divulgação)
Alejandro Dominguez comemora a chegada das 50 mil vacinas doadas pela Sinovac Biotech em solos sul-americano (Foto: Divulgação)

O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol, Alejandro Dominguez, comemorou a chagada das 50 mil vacinas ao continente, doadas pela empresa chinesa Sinovac Biotech. O líder da entidade disse por meio de suas redes sociais que a instituição está fazendo algo “histórico” e acrescentou que a “Conmebol se tornará a primeira organização civil do mundo a realizar uma vacinação que beneficiará milhares de famílias nos 10 países”. O Ceará está na lista dos clubes que devem ser imunizados por participar da Copa Sul-Americana.

A Conmebol deixou claro quando anunciou o acordo com a Sinovac Biotech e reforçou quando as datas da chegada das vacinas foram divulgadas, que o uso será exclusivamente para todos os participantes das competições organizadas pela instituição, Copa América, Libertadores e Copa Sul-Americana, tanto feminino quanto masculino.

A ordem da imunização será primeiro dos participantes da Copa América e em seguida os da Libertadores e Sul-Americana. Alejandro Dominguez repetiu o discurso que a Conmebol vem utilizando, dizendo que vacinar os atletas são um auxílio aos países no combate a Covid-19, beneficiando não só os jogadores, corpo técnico e dirigentes como suas famílias.

Para os times brasileiros, isto inclui o Ceará, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) manifestou que caso as vacinas cheguem no Brasil, elas serão confiscadas e doadas ao SUS para serem utilizadas no Programa Nacional de Imunização (PNI), visando os grupos prioritários.