PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Objetividade alvinegra: Ceará é o time que dá menos toques para marcar um gol na Série A

O escrete do Porangabuçu toca em média 411 vezes na bola para balançar as redes do adversário no campeonato nacional

Lucas Mota
11:30 | 11/01/2021
Guto Ferreira montou sistema objetivo no Ceará (Foto: Aurelio Alves)
Guto Ferreira montou sistema objetivo no Ceará (Foto: Aurelio Alves)

Guto Ferreira transformou o Ceará na equipe mais objetiva da Série A do Campeonato Brasileiro. Os conceitos de transição ofensiva mesclados com o compacto sistema defensivo se somam a efetividade do Alvinegro, que possui a 9ª melhor campanha da competição e sonha com a pré-Libertadores.

+ Elenco do Ceará comemora "bicho dobrado" após vitória contra Flamengo

Os números evidenciam a objetividade do Vovô. De acordo com os dados do Sofascore, o Ceará é o primeiro time da Série A no quesito toques para marcar um gol. O escrete do Porangabuçu toca em média 411 vezes na bola para balançar as redes do adversário no campeonato nacional.

Os cearenses são seguidos neste ranking por São Paulo e Internacional. Os paulistas precisam de 418 toques na bola para marcar um gol, enquanto os gaúchos de 420.

+ "Vitória de muita aplicação tática", acentua Guto Ferreira após Ceará bater o Flamengo

A rápida transição ofensiva alvinegra encontra defesas desarrumadas e fura a marcação dos rivais com passes verticais. A vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo no Maracanã foi construída em cima destes conceitos de jogo. E o Ceará executa com maestria o plano de jogo montado por Guto Ferreira.

Segundo o Sofascore, o Vovô é o segundo time da Série A com a maior porcentagem de passes verticais, com 37%, e em toques para chutar no gol, com 123.

A equipe comandada por Gordiola também aparece como a terceira melhor na quantidade de toques para criar uma chance clara gol: 290.

Entre os destaques individuais do escrete do Porangabuçu, Vina aparece como o principal deles. Decisivo, o jogador possui 15 participações diretas em gols pelo Ceará na Série A, sendo o primeiro neste quesito entre os meias do Brasileirão.

Além disso, o camisa 29 do Alvinegro lidera as seguintes estatísticas entre os meias da competição: minutos para participar de gol (120 minutos), assistências (seis) e em chutes certos (31).

Vina representa a efetividade necessária na objetiva criação do setor ofensivo do time cearense.

Outra peça fundamental para a engrenagem do Ceará funcionar é o meio-campista Fernando Sobral, que passou a atuar como segundo volante e deu nova dinâmica ao setor. Maior roubador de bolas da Série A, o atleta, por vezes, é quem começa a construção da jogada ao ataque.

Foi dos pés dele que se iniciou o lance do segundo gol diante do Flamengo. Sobral lança Vina, que serve Charles. O volante dá a assistência para Kelvyn acertar a finalização no fundo das redes do goleiro César.

O dono da camisa 88 lidera mais três estatísticas no Brasileirão: duelos ganhos no chão (162), faltas sofridas (42) e passes certos no terço final (252).