PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Noticia

Fabinho valoriza tempo livre para treinos e cobra Ceará "ligado" na Série A

Volante alvinegro comemora período para corrigir falhas, comenta dupla com Fernando Sobral e pede nova postura da equipe nos próximos jogos

18:57 | 27/11/2020
Sem Samuel Xavier e Eduardo, Fabinho deve assumir vaga na lateral direita (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
Sem Samuel Xavier e Eduardo, Fabinho deve assumir vaga na lateral direita (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

Após o empate em 1 a 1 com o São Paulo, na última quarta-feira, 25, em jogo atrasado da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Ceará ganhou tempo livre extra e volta a campo na próxima segunda, 30, diante do Vasco da Gama-RJ. O período para recuperação e treino antes do próximo duelo deixou satisfeito o volante Fabinho.

O camisa 19 alvinegro pondera que o técnico Guto Ferreira e o elenco aproveitam os dias entre um jogo e outro para corrigir falhas e recuperar a parte física em meio à maratona de jogos do mês de novembro.

"Quando ganha um ou dois dias a mais é como ouro, porque tem um tempo a mais de recuperação e consegue trabalhar aqueles erros que comete dentro das partidas. Isso é de suma importância dentro das circunstâncias que nós temos vivido, de jogar quarta e domingo, quarta e sábado, quinta e sábado, quinta e domingo, às vezes quinta e segunda. Dá para se preparar melhor psicologicamente, emocionalmente e consegue ter um gás novo para dar uma intensidade maior. São dias de muita importância, e nós vamos procurar aproveitar da melhor maneira possível para demonstrar isso durante a partida", afirmou.

+ São Paulo não pedirá anulação da partida contra o Ceará
+ Lateral do Ceará será julgado no STJD por expulsão e chute na cabine do VAR

Os erros defensivos, aliás, têm dificultado a campanha cearense na Série A. A rotina de sair atrás do placar e ter que tentar reverter o resultado culminou na sequência de cinco jogos sem vitória na competição e a terceira defesa mais vazada.

"No Brasileiro, dentro daquilo que nós projetamos, é inadmissível tomar sequências de gols no primeiro tempo, já nos primeiros 45 minutos ter que correr atrás do placar. É muito difícil virar contra equipe que têm uma qualidade técnica muito alta e têm brigado na parte de cima da tabela. Você não pode dar essas brechas e isso aconteceu conosco em alguns jogos. Nós temos que entrar realmente mais ligados nessas próximas partidas, aprender com esses erros para não cometer novamente e não comprometer aquilo que nós almejamos dentro da competição", avisou Fabinho.

Diante do Tricolor do Morumbi, o volante atuou ao lado de Fernando Sobral, desfazendo a habitual dupla com Charles. O jogador vê a rotatividade no setor como natural e garante que todas as opções para a posição estão à disposição para colaborar com a equipe.

"Tem acontecido algumas mudanças ali. Isso ocorre normalmente em todas as equipes pelo desgaste dos jogos, viagens, tudo aquilo que tem ocorrido depois da pandemia. O nosso grupo tem que estar sempre preparado para aquilo que o professor Guto optar, seja para começar o jogo ou entrar no decorrer da partida. Eu, o Charles e o Sobral estamos tendo um pouco mais de sequência, a gente entende muito bem a função. Mas acredito que qualquer jogador está preparado para jogar. Nós nos falamos sempre, seja quem está jogando ou quem não está tendo muita oportunidade. Quando um cresce, todo o grupo ganha com isso. Nós sabemos dessa importância de quem entrar ter que dar conta do recado. Temos que dar a vida para ajudar o Ceará", ponderou Fabinho.