PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Samuel Xavier se escusa pelo acúmulo de cartões amarelos: "Eu peço desculpa aos torcedores, ao grupo, à diretoria"

O lateral-direito somou nove advertências durante o Brasileirão, o segundo com mais do torneio nesta estatística

17:53 | 23/10/2019
FORTALEZA, CE, BR, 14.08.19 - Ceará e Botafogo se enfrentam no Estádio Arena Castelão pela décima nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série. Na foto: Samuel Xavier (Foto: Fco Fontenele/O Povo)
FORTALEZA, CE, BR, 14.08.19 - Ceará e Botafogo se enfrentam no Estádio Arena Castelão pela décima nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série. Na foto: Samuel Xavier (Foto: Fco Fontenele/O Povo) (Foto: FCO FONTENELE)

Ausente na última partida contra o Bahia por suspensão, o lateral-direito Samuel Xavier volta a campo diante do Vasco, neste sábado, 26, às 17 horas, na Arena Castelão. Essa foi a terceira vez que o jogador ficou indisponível de uma rodada por acúmulo de cartões amarelos, pois somou nove advertências ao todo, segunda maior marca do campeonato.

Em entrevista coletiva cedida à imprensa nesta quarta-feira, 23, Samuel se mostrou arrependido e pediu desculpas pela indisciplina. “Eu peço desculpa aos torcedores, ao grupo, à diretoria. Porque todo mundo me conhece, sabe que não sou desse jeito, mas é uma vontade de vencer, de ganhar, que acaba explodindo. O mais importante é você não errar, mas se você errar, reconhecer esse erro, assumir e procurar uma mudança”, refletiu.

O lateral-direito do Vovô também comentou os próximos compromissos em casa do Alvinegro de Porangabuçu, contra os cariocas Vasco e Fluminense em sequência. Para ele, a análise “tem que pensar jogo a jogo”.

“Independentemente se é dentro de casa, se são sete jogos na nossa cidade. Não cabe a gente ficar fazendo essas contas. O Vasco vem fazendo um bom Brasileiro, o Luxemburgo acertou bem a equipe, então vai ser um jogo muito difícil no Castelão. Vamos focar apenas no Vasco, buscar os 3 pontos, e depois pensar na sequência”, falou sobre o adversário.

Essa partida será a sexta de Adílson Batista no comando do Ceará. O treinador acumula duas vitórias e três derrotas em cinco jogos. Porém, nos últimos três jogos, já são dois triunfos do Vovô, o último deles contra o Bahia, fora de casa, por 2 a 1. Samuel Xavier falou sobre a adaptação do recém-chegado técnico.

“Quando o Adilson chegou, foi uma maneira diferente de jogar do professor Enderson. Ele tinha aquela saída de três, que colocava eu mais para trás para armar a equipe. O professor Adílson já joga em um 4-4-2 tradicional. Com essa mudança, independente se vem o Adílson ou qualquer outro treinador que pensa de maneira diferente, gera uma mudança na equipe e às vezes é um pouco difícil para a gente pegar isso rápido. Mas acho que a equipe já viu a forma que o Adílson gosta de trabalhar, e acho que dessa maneira a equipe vem conseguindo encaixar”, analisou.