PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Ceará entra em campanha nacional contra a homofobia no futebol

A prática pode resultar em punições para os clubes, que devem coibir esse tipo de atitude

18:27 | 30/08/2019
Ceará também se posiciona contra a homofobia no futebol.
Ceará também se posiciona contra a homofobia no futebol.(Foto: Divulgação/Ceará SC)

O Ceará Sporting Club se posicionou publicamente contra as práticas homofóbicas no futebol. Nesta sexta-feira, 30, o clube, através de suas redes sociais, fez postagens rechaçando especialmente gritos e cânticos homofóbicos feitos pela torcida nas arquibancadas. O Alvinegro fez parte de uma campanha nacional dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, que fizeram postagens no mesmo horário nas redes sociais contra a homofobia.

O Ceará ressalta a importância da inclusão de todos no futebol, que estão no estádio com um objetivo comum. “Nossas arquibancadas devem receber bem pessoas de todos os níveis sociais, idades, origens, credos, raças, gêneros e orientações sexuais, unidas pela paixão comum ao futebol”.

O slogan da campanha é “pior que prejudicar o seu time, é cometer um crime”. Isso justifica-se pela decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF), que enquadrou a homofobia e a transfobia como crimes de racismo. Além disso, os cânticos homofóbicos podem gerar punições para os clubes, de acordo com entendimento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Vale lembrar que o Fortaleza, maior rival do Ceará, lançou campanha com o mesmo objetivo na quinta-feira, 29.  O Tricolor do Pici voltou a fazer postagem hoje, juntamente dos demais clubes.