Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Com vitória em Clássico-Rei, Ceará chega a dez jogos de invencibilidade na Série A

O Alvinegro busca igualar a campanha de 2015 do Sport, clube nordestino com a maior sequência sem derrotas na competição
23:37 | Ago. 01, 2021
Autor - Mateus Moura
Foto do autor
- Mateus Moura Autor
Tipo Noticia

O Vovô venceu o Clássico-Rei por 3 a 1 e chegou aos 10 jogos de invencibilidade na Série A do Campeonato Brasileiro, com quatro vitórias e seis empates. Além de melhorar seu próprio recorde na era dos pontos corridos, quando ficou oito partidas sem sofrer derrotas na campanha de 2010, o Alvinegro superou os nove jogos sem revés do Bahia, durante o Brasileirão de 2019, tornando-se o segundo clube nordestino com maior sequência invicta da competição.

Desde a quarta rodada, quando foi superado por 2 a 1 pelo Bahia, na Arena Castelão, o Ceará não sabe o que é perder. Neste período, a equipe comandada por Guto Ferreira conquistou 18 dos 30 pontos disputados, chegando aos 60% de aproveitamento e se consolidando entre os sete melhores colocados do Campeonato Brasileiro.

A sequência supera, com folgas, o recorde pessoal do treinador pelo clube. Em 2020, Guto passou seis jogos seguidos sem derrota, da 14ª até a 20ª rodada, com duas vitórias e quatro empates. Técnico mais longevo da Série A, Guto completou 92 jogos à frente do Vovô. São 92 jogos, 40 vitórias, 28 empates e 24 derrotas, com 53,6% de aproveitamento. Foram 132 gols marcados e 92 gols sofridos.

Caso consiga uma vitória ou um empate diante do Atlético Goianiense, no próximo domingo, 8, às 18h15min, na Arena Castelão, o Alvinegro pode alcançar o Sport, dono da maior sequência invicta de um nordestino na competição. Em 2015, o Leão da Ilha ficou 11 partidas sem perder, com seis vitórias e cinco empates.

SÉRIE A: Gols de Ceará 3 x 1 Fortaleza

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com revés em Clássico-Rei, Fortaleza perde invencibilidade de 19 jogos no Castelão

Dentro de casa
2021-08-01 23:18:00
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Além de interromper a sequência de vitórias no Campeonato Brasileiro, a derrota por 3 a 1 para o Ceará, de virada, neste domingo, 1º, pela 14ª rodada da Série A, representou o fim de outra marca para o Fortaleza: o fim da invencibilidade de 19 jogos na Arena Castelão na atual temporada, seja como mandante ou visitante.

Até então, o único revés do Tricolor no Gigante da Boa Vista havia sido para o Santa Cruz-PE, por 1 a 0, no dia 23 de março, pela Copa do Nordeste. Depois, foram 15 vitórias e quatro empates entre Campeonato Cearense, Copa do Brasil, Nordestão e Campeonato Brasileiro.

O retrospecto positivo chegou ao fim com o resultado negativo no primeiro Clássico-Rei na atual edição da elite nacional. Apesar disso, o Leão segue na terceira posição, com 27 pontos.

A equipe do Pici volta a campo diante do CRB-AL, na próxima quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Com o triunfo por 2 a 1 no duelo de ida, um empate no confronto de volta é suficiente para avançar à próxima fase.

Sequência invicta do Fortaleza no Castelão:

Fortaleza 2x1 Bahia - Copa do Nordeste
Fortaleza 1x0 Ypiranga-RS - Copa do Brasil
Fortaleza 2x1 CSA-AL - Copa do Nordeste
Fortaleza 0x0 Bahia - Copa do Nordeste
Fortaleza 4x1 Caucaia - Campeonato Cearense
Ceará 0x2 Fortaleza - Campeonato Cearense
Fortaleza 6x0 Icasa - Campeonato Cearense
Fortaleza 6x0 Atlético-CE - Campeonato Cearense
Fortaleza 0x0 Ceará - Campeonato Cearense
Fortaleza 1x1 Ceará - Copa do Brasil
Fortaleza 5x1 Internacional-RS - Série A
Ceará 0x3 Fortaleza - Copa do Brasil
Fortaleza 1x0 Sport-PE - Série A
Fortaleza 1x1 Fluminense-RJ - Série A
Fortaleza 3x2 Chapecoense-SC - Série A
Fortaleza 4x0 América-MG - Série A
Fortaleza 1x0 Corinthians-SP - Série A
Fortaleza 1x0 RB Bragantino-SP - Série A
Fortaleza 2x1 CRB-AL - Copa do Brasil

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Após vitória no Clássico-Rei, Rick diz que meta do Ceará é vaga na Libertadores

CLÁSSICO-REI
2021-08-01 23:02:00
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

No fechamento da 14ª rodada do Brasileirão, o Ceará venceu o Fortaleza por 3 a 1 e, com a vitória no Clássico-Rei, e se mantém na sétima posição na tabela do certame. Com 22 pontos, o Alvinegro possui apenas um ponto a menos que o Athletico-PR, último time na zona classificatória para a Copa Libertadores. Na saída do campo, o atacante Rick Jhonatan, autor de um dos gols do Vovô, frisou que o time tem almejado o torneio continental nesta edição da Série A.

"A gente ta sonhando alto, em se classificar para a Libertadores e almejando sempre coisas grandes pela frente", falou o jogador, que dedicou o tento marcado à mãe. "É aniversário da minha mãe. Mãe, beijão, esse gol foi para você. Hoje foi um dia muito importante. Além de ser aniversário da minha mãe, dia de Clássico, entramos focados e determinados e, graças a Deus, papai do céu abençoou e eu pude fazer um gol nessa noite especial", pontuou. 

 Na declaração, Rick também agradeceu ao técnico Guto Ferreira pela oportunidade. O atacante entrou em campo aos 25 minutos da segunda etapa na vaga de Mendoza e balançou as redes aos 41. 

"Todos sabem da minha trajetória. Subi (para o profissional) em 2019, joguei muitas partidas, mas não consegui engrenar. Com a chegada do Guto, ele ta apostando muito em mim, e eu vinha treinando bastante no dia a dia, bem focado, bastante determinado, e hoje estou colhendo o que plantei. Muito feliz também pela vitória de hoje. Agradecer o Guto e a comissão", disse.

O Alvinegro de Porangabuçu volta a campo no próximo domingo, 8, às 18h15min, quando recebe o Atlético-GO no Castelão. A partida é válida pela 15ª rodada do Brasileirão.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

De virada, Ceará vence Fortaleza por 3 a 1 em Clássico-Rei da Série A

Brasileirão
2021-08-01 22:27:00
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

No primeiro Clássico-Rei da Série A de 2021, o Ceará levou a melhor e venceu o Fortaleza de virada, por 3 a 1, na noite deste domingo, 1º, na Arena Castelão, pela 14ª rodada da competição nacional.

O Tricolor abriu o placar ainda aos dez minutos de jogo, com o lateral-direito Tinga. O Alvinegro igualou o resultado com o lateral-esquerdo Kelvyn, também na primeira etapa, e chegou à virada com gols de Cléber e Rick na segunda etapa.

O Vovô se mantém na sétima posição, com 22 pontos, e chega a dez jogos seguidos de invencibilidade. A equipe de Guto Ferreira voltará a campo diante do Atlético-GO, no próximo domingo, 8, às 18h15min, novamente no Castelão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado mantém o Leão na terceira posição do Brasileirão, com 27 pontos. O próximo compromisso da equipe do Pici será diante do CRB-AL, na quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Com o triunfo por 2 a 1 no jogo de ida, basta um empate na volta para avançar à próxima fase.

O jogo

As duas equipes foram a campo com mudanças nas escalações. Guto mexeu na formação do Ceará com Fernando Sobral na lateral direita, William Oliveira e Kelvyn no meio-campo e Vina centralizado no ataque. Vojvoda promoveu os retornos de Marcelo Benevenuto e Matheus Vargas e deu vez a Matheus Jussa como volante.

Logo nos primeiros minutos do confronto, o Fortaleza imprimiu maior volume de jogo e emendou finalizações até abrir o placar. Aos três, Robson recebeu bola na ponta esquerda, chutou cruzado rasteiro e Richard defendeu. Quatro minutos depois, David carregou a bola e achou Robson na direita, que bateu e viu a bola desviar em Gabriel Lacerda para sair em escanteio.

Aos oito, Lucas Crispim recebeu lançamento na ponta direita, cruzou, Yago Pikachu recebeu livre na área e emendou chute perigoso de primeira, à direita da meta alvinegra. No minuto seguinte, Matheus Vargas fez jogada e tocou para David, que experimentou chute, e a bola desviou na zaga.

Na cobrança do escanteio de Lucas Crispim, Matheus Jussa cabeceou para testar firme, Richard espalmou, e Tinga aproveitou o rebote na pequena área para empurrar para as redes e abrir o placar no Castelão. Cinco minutos depois, o lateral-direito apareceu novamente em chute da entrada da área à esquerda do gol adversário.

O Leão arriscou nova finalização aos 23, quando Robson recebeu bola na ponta esquerda, puxou para o meio e bateu para fora à direita do arqueiro do Vovô. Quatro minutos depois, após troca de passes, foi a vez de David experimentar chute, mas a bola desviou em Messias e saiu para escanteio.

Na reta final do primeiro tempo, com o duelo mais nivelado, o Alvinegro conseguiu construir a única jogada ofensiva e chegou ao empate: aos 36 minutos, Lima fez jogada individual pela direita, invadiu a área, cruzou rasteiro forte, Felipe Alves não conseguiu cortar, e Kelvyn aproveitou para completar para o gol e deixar tudo igual.

Na volta para a segunda etapa, o Ceará conseguiu equilibrar as ações no início, mas o Fortaleza manteve o maior número de finalizações. Aos dois minutos, Matheus Vargas recebeu bola na entrada da área, livrou-se da marcação de Gabriel Lacerda e encheu o pé para defesa de Richard, que espalmou para escanteio.

Três minutos depois, David recebeu lançamento na esquerda, puxou para o meio, bateu forte de perna esquerda e o camisa 91 do Vovô encaixou a bola. O time de Porangabuçu respondeu aos 13, quando Vina recebeu passe na entrada da área e finalizou rasteiro à direita de Felipe Alves.

As equipes, então, tentaram pelo alto: aos 22, Lucas Crispim bateu escanteio, Marcelo Benevenuto subiu para cabecear firme, e Richard defendeu; no minuto seguinte, no contra-ataque, Cléber avançou pela esquerda com a bola, livrou-se de dois marcadores e cruzou para Vina, que se antecipou à marcação na área e testou à esquerda da meta.

O Leão criou nova chance perigosa aos 28, quando Titi tocou em profundidade para David, que recebeu livre na esquerda, invadiu a área, chutou forte e Richard espalmou para evitar o segundo gol. Daí em diante, com mudanças na equipe, o Ceará construiu a virada e balançou as redes duas vezes.

Aos 33 minutos, Lima cobrou escanteio, Marcelo Benevenuto não conseguiu cortar, Lacerda experiementou chute após bate-rebate, e a bola sobrou para Cléber, que cabeceou para marcar o segundo gol. O árbitro apontou falta, mas revisou o lance no monitor do VAR e validou o gol.

Aos 40, em contra-ataque, Rick partiu em velocidade pela esquerda, driblou dois marcadores, invadiu a área e chutou rasteiro por baixo das pernas de Felipe Alves para balançar as redes e decretar o placar final do Clássico-Rei.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Transmissão ao vivo de Ceará x Fortaleza pelo Brasileirão; acompanhe narração

RÁDIO O POVO CBN
2021-08-01 19:38:00
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O encontro será no palco habitual, em horário pouco usual e em condição inédita. A partir das 20h30min deste domingo, 1º, Ceará e Fortaleza se enfrentam pela sexta vez na atual temporada para realizar o primeiro Clássico-Rei da Série A de 2021, em duelo válido pela 14ª rodada. Acompanhe a transmissão AO VIVO da partida com narração da rádio O POVO CBN.

Ouça a transmissão da rádio O POVO CBN:

Acompanhe a transmissão da rádio O POVO CBN via facebook:

Notícias sobre Clássico-Rei:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Escalação: como Ceará e Fortaleza vão a campo para Clássico-Rei da Série A

Times definidos
2021-08-01 19:37:01
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Neste domingo, 1º, Ceará e Fortaleza disputam o primeiro Clássico-Rei da Série A de 2021, às 20h30min, na Arena Castelão, pela 14ª rodada. Confira abaixo escalação confirmada de cada time:

Escalações

Ceará

4-2-3-1: Richard; Marlon, Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; William Oliveira e Fernando Sobral; Lima, Mendoza e Kelvyn; Vina. Técnico: Guto Ferreira

Fortaleza

3-5-2: Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Matheus Jussa, Éderson, Matheus Vargas e Lucas Crispim; David e Robson. Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags