PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ministro da Casa Civil diz que "não tem nada certo" sobre Copa América no Brasil

Luiz Eduardo Ramos destacou que foram feitas algumas exigências para que o torneio seja disputado em solos brasileiros

20:54 | 31/05/2021
Ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)
Ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)

Depois da Conmebol anunciar que o Brasil será a sede da Copa América de 2021, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, afirmou que ainda não há uma confirmação de que o evento irá de fato ocorrer no país.

+Ceará e Fortaleza são a favor de continuidade da Série A mesmo com a Copa América no Brasil

"Ainda não tem nada certo, quero pontuar de forma bem clara. Estamos no meio do processo. Mas não vamos nos furtar a uma demanda, caso seja possível atender", declarou em entrevista no Palácio do Planalto.

O ministro destacou que foram feitas algumas exigências para que o torneio seja disputado em solos brasileiros. Entre as condições estão: a proibição de público nas partidas, limite de dez seleções, 65 integrantes por delegação e que todos sejam vacinados contra a covid-19, incluindo a Seleção Brasileira.

Mais cedo, aliás, o vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), anunciou que protocolou um requerimento para convocar o mandatário da CBF, Rogério Caboclo, para um debate sobre as medidas de segurança planejadas para a realização da competição.

Luiz Eduardo Ramos também afirmou que a escolha das cidades-sedes será feita pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que ainda irá consultar os estados.

Por fim, Ramos discordou das pessoas que se dizem contra a realização da Copa América no Brasil. O ministro usou como exemplo a disputa do Campeonato Brasileiro, da Libertadores e dos Estaduais, que não estão paralisados.

"Estamos em plena pandemia, mas o Campeonato Brasileiro envolve 20 times na Série A e 20 na Série B. Ou seja, estão ocorrendo jogos em todo o Brasil. Fora isso, acabou na semana passada os Estaduais. Portanto, em relação a realização da Copa América, que serão poucos jogos, não sei porque algumas pessoas se pronunciaram contra", finalizou.