PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, perde campeonato para time da PM

O jogador de futebol que cumpre prisão em regime semi-aberto pelo assassinato da mãe de seu filho perdeu a primeira partida do retorno de sua carreira por 2 a 0

22:09 | 13/09/2020
Goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, perde campeonato acreano para time da Polícia Militar  (Foto: AFP / GUALTER NAVES)
Goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, perde campeonato acreano para time da Polícia Militar (Foto: AFP / GUALTER NAVES)

O goleiro de futebol e condenado por assassinato, Bruno Fernandes, perdeu um campeonato em jogo que marcou sua estreia pelo clube Rio Branco, do Acre. Condenado pela morte de Eliza Samudio, sua ex-namorada e mãe de seu filho, ele tenta um retorno aos gramados desde que conseguiu migrar para o regime semi-aberto após cumprir 2/5 da pena de 22 anos ao qual foi condenado.

Ele perdeu a partida que valia a final do campeonato estadual, por 2 a 0, para o Galvez, time ligado ao departamento de Polícia Militar do Acre. Após a derrota, o time de Bruno pode ficar sem divisão para a temporada do próximo ano. Com a vitória, o time da PM do Acre conquistou uma vaga na Copa do Brasil, Copa Verde e também Campeonato Brasileiro pela série D.

Com o resultado, o Rio Branco corre o risco de ficar sem divisão para a temporada 2021, após o resultado da partida no sábado, 12. Galvez foi o grande vencedor da disputa na Arena Acreana, na capital Rio Branco, conquistando o título estadual pela primeira vez na história do clube. 

Além da ordem do assassinato, ele foi acusado de alimentar cachorros com os restos mortais da ex-namorada, como forma de ocultar o corpo. Ele também respondia pelo crime de sequestro e cárcere privado de seu filho com a ex-modelo. No último dia 10 de agosto, o filho dele com Eliza concedeu uma entrevista em que contou que se sentia “muito ameaçado” ao saber que o pai estava em liberdade.

Campeão Acreano pela 1ª vez, Galvez tem Série D pela frente
Campeão Acreano pela 1ª vez, Galvez tem Série D pela frente (Foto: Agência Brasil)