PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Entenda por que Fortaleza tem maior incidência de coronavírus entre as capitais

A infecção, causada pelo novo coronavírus, já chegou a 90% dos bairros de Fortaleza e tem 1.130 casos confirmados na Capital até a quinta-feira, 8

17:41 | 08/04/2020
Secretário da Saúde, Dr. Cabeto justifica a alta incidência pelo grande índice de testagem no Estado (Foto: DEÍSA GARCÊZ/Especial para O POVO)
Secretário da Saúde, Dr. Cabeto justifica a alta incidência pelo grande índice de testagem no Estado (Foto: DEÍSA GARCÊZ/Especial para O POVO)

Com Fortaleza no topo da incidência da Covid-19 entre as capitais brasileiras, o Ceará realizou 9.503 exames laboratoriais para o diagnóstico da infecção até esta quarta-feira, 7. Destes, apenas 12,9% confirmaram a doença, enquanto 42,6% tiveram resultado negativo. Ainda aguardam resultado 44,4% dos exames realizados, o que representa 4.225 do total.

A infecção, causada pelo novo coronavírus, já chegou a pelo menos 90% dos bairros de Fortaleza e tem 1.374 casos confirmados até a quarta-feira, 8. Desse total, 1.130 casos são residentes na Capital, o que representa 88,3% do total.

No boletim epidemiológico mais recente da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), em todo o Ceará, o número de exames laboratoriais para o diagnóstico da Covid-19 realizados até terça-feira, 7, chegou a 9.503; 1.230 confirmaram a doença, o que representa 12,9% do total. Resultados positivos representavam 4.048 (42,6%) do total, e 4.225 (44,4%) ainda aguardavam resultado laboratorial.

O titular da Sesa, Dr. Cabeto, justificou que o aumento no número de casos em Fortaleza, que apontam incidência de 38,6 moradores a cada 100 mil, se dá pela quantidade elevada de testagens no Estado. Em números atualizados já nesta quarta-feira, 8, os casos suspeitos chegaram a 9.432 — eram somente 3.684 na segunda-feira, 6.

Este aumento acontece porque existem três sistemas de notificação, o segundo deles tendo sido adicionado ao IntegraSUS somente na terça-feira, 7. O terceiro sistema, quando adicionado, pode influenciar um novo salto no número de suspeitas, conforme o secretário.

Fortaleza testa mais que São Paulo?

Fortaleza ficou em primeiro lugar entre as capitais com a maior incidência de casos a cada 100 mil habitantes com taxa de 34,7. Em segundo lugar, encontra-se São Paulo, com taxa de 30,6 a cada 100 mil e o maior número total de confirmações, com mais de 5,6 mil casos.

Segundo o infectologista do Hospital São José e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), Roberto da Justa, a alta incidência em Fortaleza pode ser determinada pelo atraso em resultado de São Paulo. O estado paulista tem cerca de 17 mil pessoas com suspeita de infecção pelo novo coronavírus, mas ainda aguardando o resultado. "Fortaleza liberou um número muito grande de resultados nas últimas 24 horas e no final de semana. São Paulo tem mais de 16 mil testes represados. Quando sair o resultado, pode ir lá pra frente no número de incidência", comentou.

Além disso, São Paulo tem um número superior de casos confirmados e óbitos do que a capital cearense. São 4.681 casos e 304 óbitos em São Paulo, diante de 1.291 casos confirmados e 43 óbitos em Fortaleza.

Com informações da Agência Brasil

Podcast analisa a intriga política que envolve o coronavírus

Listen to "#75 - As intrigas políticas no combate ao coronavírus" on Spreaker.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >