Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Vereador diz que não negocia com Camilo e Izolda "nos próximos 20 anos" por tratamento a RC

"Não é justo chamar para uma aliança, uma mesa de negociação e descriminar, humilhar e pisar no nome de alguém", disse Adail Júnior sobre a postura do ex-governador e da atual governadora em relação a Roberto Cláudio

Mais eloquente voz do PDT, ainda antes do fim da aliança, a criticar as posições do PT sobre o processo de escolha do partido da candidatura ao Governo do Ceará, o vereador Adail Júnior (PDT) diz acreditar que "nos próximos 20 anos" os apoiadores do ex-prefeito e candidato ao Palácio da Abolição, Roberto Claudio (PDT), não estarão do mesmo lado de Camilo Santana (PT) e Izolda Cela (sem partido). A declaração foi dada nesta terça-feira, 2, durante pronunciamento na Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor).

"Eu tenho certeza e uma plena convicção que daqui nos próximos 20 anos, quem faz parte do grupo do Roberto Cláudio jamais perdoará. Pode até perdoar, mas jamais sentará numa mesa de negociação com Camilo Santana e Izolda Cela", afirmou o pedetista.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na visão de Adail, as negociações entre PT e PDT para escolher o nome que poderia representar a provável coligação nas eleições deste ano não ocorreu da forma correta. "Não é justo chamar para uma aliança, uma mesa de negociação e descriminar, humilhar e pisar no nome de alguém", disse.

Apesar de fazer parte da mesma legenda de Roberto Claudio, Adail garantiu que seria "eternamente defensor" de RC e manteria a admiração e defesa mesmo se não fosse correligionário, em forma de agradecimento a gestão do pedetista no comando do Paço Municipal.

Em julho, durante entrevista ao programa Debates do Povo, da rádio O POVO/CBN, Adail criticou a possibilidade de o PT quebrar a aliança histórica com o PDT e lançar candidatura própria ao governo. Na ocasião, o pedetista atribuiu a escolha ao ex-presidente Lula (PT).

"Tão achando que quem vai decidir é o Lula. Quando foi que Lula resolveu? Lula nunca venceu nada no Ceará", rechaçou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar