PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Ex-BBB Patrícia Leitte acredita que o recorde de rejeição permanecerá com Nego Di

Em entrevista ao O POVO, Patrícia Leitte falou sobre sua passagem pelo BBB 18 e comentou as polêmicas do BBB 21

16:08 | 23/02/2021
Patrícia Leitte
Patrícia Leitte "passou a caroa" do recorde de rejeição para Nego Di (Foto: Reprodução/ Instagram)

Nesta terça-feira, 23, a cearense Patrícia Leitte nos concedeu uma entrevista para falar sobre sua passagem pelo Big Brother Brasil, em 2018. A ex-sister foi considerada a “vilã” da edição e manteve o recorde de rejeição em um paredão triplo até este ano, que era 94,26% dos votos.

Nego Di ultrapassou sua marca, sendo eliminado com 98,76% dos votos. A cearense acredita que o recorde permanecerá com Nego Di por causa da campanha contra Gilberto, iniciada pelos telespectadores italianos do Gran Fratello VIP. “Pode ser que ela [Karol Conká] não saia com a rejeição que nós estamos esperando por conta da influência dos italianos”, reflete.

Confira a entrevista completa:


A ex-BBB também revelou que era fã de Karol Conká, mas ficou decepcionada com seu posicionamento no jogo. Patrícia acredita que a cantora merece o perdão do público quando sair do programa, se demonstrar arrependimento de suas atitudes na casa. “Que ela bote o pé no chão e saiba que errou”, pontua.

Leia mais: Enquete BBB21: parcial aponta eliminação de Karol Conká em paredão com Arthur e Gilberto

Patrícia considera que recebeu o primeiro “cancelamento” do programa e que foi mal interpretada pelo público. “O meu foi o primeiro cancelamento a nível que a gente tá vendo aí. Eu não tive muita noção”, comentou. Desde 2019, a ex-sister brincava com seu recorde de rejeição e esperava o momento de “passar a coroa” para quem ultrapassasse sua marca. “Eu consegui transformar isso em uma coisa leve”, comenta.

Leia mais: BBB 21: Patrícia Leitte faz bolão sobre a porcentagem da eliminação desta semana