Participamos do

Ex-motoboy que deu carona a Marquezine muda de vida e vira consultor financeiro

No Carnaval de 2019, Bruna Marquezine foi fotografada ao pegar um mototáxi para retornar ao hotel onde estava hospedada. As fotos do mototaxista e da atriz viralizaram à época
18:02 | Dez. 06, 2021
Autor Antoyles Batista
Foto do autor
Antoyles Batista Repórter de Mídias Sociais
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O mototaxista que ficou famoso no Carnaval de 2019, em Salvador (BA), após levar a atriz Bruna Marquezine na garupa de sua moto, viu a sua vida mudar completamente quase três anos depois do ocorrido. Hoje, o baiano Bruno Araújo, 31, é consultor financeiro de uma empresa de investimentos e já comprou uma BMW.

Em 2019, Bruna Marquezine foi fotografada ao pegar um mototáxi para retornar ao hotel em que ela estava hospedada. As fotos do mototaxista e da atriz viralizaram à época. Meses depois de levou sua "quase xará" famosa ao hotel, incentivado por um amigo, Bruno começou a estudar, se formou e começou a trabalhar como consultor financeiro em uma empresa de investimentos.

Ao Splash, do portal UOL, Bruno contou que, antes, ele trabalhava em outros empregos para complementar a renda de casa. Além de trabalhar como mototaxista em algumas datas, ele tinha uma loja de assistência técnica e ainda trabalhava em um shopping como manobrista. ."Eu era igual o Julius do 'Todo Mundo Odeia o Chris', dormia e acordava fardado", disse.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine


"Trabalhando sem ser como freelancer, eu conseguia tirar entre R$ 2 mil e R$ 3 mil. Era muito apertado. Quando conseguia trabalhar nos três empregos o mês todo, tirava até R$ 5 mil. Hoje, o mínimo que recebo é R$ 10 mil em um mês fraco de captação. E o máximo não tem limites, pois depende dos contratos que fecho", contou ao Splash.

Bruno conta que tem planos para se aposentar logo, logo. "Tenho vários tipos de metas: mensal, semanal e anual. Todo mês foco para captar R$ 1 milhão em carteira de clientes dentro da empresa. A minha meta pessoal é chegar aos 40 anos e já estar aposentado, vivendo dos meus investimentos em aplicações. Eu não vivo só com a renda do meu salário", conta.

Sobre a moto que usou para levar a atriz, ele disse que trocou por um dos seus sonhos. "É uma BMW. Já não é mais a Gross que a Bruna Marquezine sentou. Mas procuro viver de uma forma simples, não ando esbanjando porque entendi que foi uma oportunidade que Deus me deu e não posso desperdiçá-la. Não sei se terei outra chance como essa”, finalizou.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags