Participamos do

"Casamento não pode ser uma prisão": Will Smith confirma relação não-monogâmica

À GQ, o ator falou sobre o casamento aberto que vive com a também atriz Jada Pinkett Smith. Casal de artistas está junto desde 1997
11:48 | Set. 28, 2021
Autor João Gabriel Tréz
Foto do autor
João Gabriel Tréz Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após série de especulações e boatos envolvendo a vida pessoal do casal de atores Will e Jada Pinkett Smith - um dos principais de Hollywood, que está junto desde 1997 -, o artista estadunidense confirmou à revista GQ dos EUA que vive com a esposa um casamento não-monogâmico. A revelação foi feita em entrevista sobre "Will", livro de memórias escrito por ele que será lançado em novembro.

Pais dos também artistas Willow e Jaden Smith, Will e Jada passaram anos sendo vistos como um casal modelo pela mídia e pelos fãs. No entanto, a relação era marcada por dificuldades abordadas pelo ator no livro.

Na publicação, segundo a reportagem da GQ, Will reconhece que Jada abriu mão de várias coisas desde o início da relação, inclusive deixando de lado a própria carreira em favor dos trabalhos do marido, o que culminou em uma briga maior em 2011. O casamento "não estava dando certo" e o casal, nas palavras do ator, não podia mais "fingir". "Estávamos ambos infelizes e claramente algo precisava mudar", admite ele no texto. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Jada nunca acreditou em casamento convencional, ela cresceu de uma maneira muito diferente da minha. Houve discussões intermináveis e significativas sobre 'o que é perfeição de um relacionamento?', 'qual é a maneira perfeita de interagir como casal?'", compartilhou Will à revista.

Boatos sobre a relação de Jada e Will ser aberta já se acumulavam, mas foi em 2020 que veio à tona um envolvimento dela com o cantor August Alsina, o que chamou atenção da indústria de fofocas de Hollywood.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por GQ (@gq)

Na época, o ator chegou a ser o convidado da série digital apresentada pela esposa e os dois falaram sobre as dinâmicas do próprio casamento. Mesmo assim, a tônica do discurso midiático se referia a Will como um homem "traído" e "triste". À GQ, porém, ele afirmou que já naquela época tinha, também, relações fora do casamento. 

“Demos confiança e liberdade um ao outro, acreditando que cada um deve encontrar o seu caminho. O casamento para nós não pode ser uma prisão", atestou. "Não sugiro este caminho para ninguém, mas as experiências de liberdade que demos um aos outro e de apoio incondicional, para mim, são a mais alta definição de amor", concluiu.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags