PUBLICIDADE
NOTÍCIA

MP investigará se houve aglomeração durante Arraiá do Safadão

Em nota, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) afirmou que deseja "esclarecer os fatos que chegaram ao seu conhecimento para adotar as medidas cabíveis". O "Arraiá do Safadão" aconteceu em Campina Grande, na Paraíba, no último sábado, 19

17:54 | 22/06/2021
Após a live, internautas repercutiram as acusações de aglomeração (Foto: Reprodução/Youtube)
Após a live, internautas repercutiram as acusações de aglomeração (Foto: Reprodução/Youtube)

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) declarou nesta terça-feira, 22, que irá investigar se houve aglomeração durante as gravações da transmissão ao vivo do cantor Wesley Safadão, ocorrida no último sábado, 19. Em nota enviada ao portal Uol, o órgão afirmou que deseja “esclarecer os fatos que chegaram ao seu conhecimento para adotar as medidas cabíveis”.

O “Arraiá do Safadão” aconteceu em Campina Grande, na Paraíba, e contou com a participação da dupla Israel & Rodolffo, do cantor Alceu Valença, do humorista Tirullipa, do influenciador digital Carlinhos Maia, e da campeã do “Big Brother Brasil 21” Juliette Freire. Em vídeos publicados nas redes sociais, é possível ver público presencial, sem máscara, durante o evento.

LEIA MAIS | Vestido de Juliette usado em live com Safadão custa mais de 10 mil reais

Após a live, internautas repercutiram as acusações de aglomeração e lembraram a marca de mais de 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil. Também ao Uol, a assessoria de Safadão afirmou que as pessoas no local estavam trabalhando e foram testadas contra o coronavírus. “Todos os cuidados necessários e exigidos foram tomados”.