PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Bruna Linzmeyer relembra situação de lesbofobia em supermercado: "Talvez você tenha que se tratar"

"As pessoas começaram a sentir vergonha da gente. E a gente parou de se beijar, de se tocar e parou de andar de mãos dadas", contou a atriz sobre situação vivida com uma ex-namorada

16:14 | 28/06/2020
A artista fez desabafo no Instagram neste domingo, 28 (Foto: Reprodução/Instagram)
A artista fez desabafo no Instagram neste domingo, 28 (Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz Bruna Linzmeyer aproveitou este domingo, 28, para falar sobre o Dia do Orgulho LGBTQIA+ e relembrar um momento de preconceito que passou com uma ex-namorada. Em vídeo publicado no Instagram, ela contou que ao fazer compras em uma loja com a namorada, as pessoas no corredor "começaram a se sentir muito esquisitas" vendo-as de mãos dadas e abraçadas.

LEIA MAIS | Nickelodeon confirma que Bob Esponja é um personagem LGBTQ+

"Uma vez estava em uma loja de materiais de construção para a casa com uma namorada, e a gente estava de mãos dadas. Eventualmente abraçada e dava um beijinho ou outro... E tinham outras pessoas naquele corredor que começaram a se sentir muito esquisitas", relembrou.

Ainda na ocasião, ela disse que se sentiu "travada" para continuar com os carinhos. "As pessoas começaram a sentir vergonha da gente. E a gente parou de se beijar, de se tocar e parou de andar de mãos dadas. A gente deu uma travada!"

A atriz ainda mandou um recado para aqueles que se sentem incomodados com ela e a ex-namorada se beijando, afirmando que ama a companheira e que não tem vergonha disso. "Eu não vou parar de beijar a minha namorada ou de fazer o que qualquer casal hétero estaria fazendo só porque uma outra pessoa está envergonhada. Se você está com vergonha, talvez você que tenha que se tratar...", afirmou.