PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Após medida do Conar, Gusttavo Lima afirma que não irá fazer mais lives "para ser censurado"

Cantor se sentiu lesionado após representação ética do órgão e rebateu críticas

13:00 | 16/04/2020
Cantor Gusttavo Lima é internado com forte gripe.
Cantor Gusttavo Lima é internado com forte gripe. (Foto: Divulgação)

O cantor Gusttavo Lima se posicionou no Twitter após medida do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) de abrir uma representação ética que investigasse a conduta do artista em duas lives transmitidas pelas redes sociais.

Ao ser questionado por um perfil sobre fazer futuras lives, Gusttavo recuou e afirmou que provavelmente os eventos on-line estavam encerrados. "Acho que não rola mais, enfim... nos encontramos em breve", disse no Twitter.

O artista continuou a comentar sobre o assunto e afirmou que "uma live engessada e politicamente correta não tem graça". E afirmou: "Não farei live para ser censurado". 

O cantor já tinha usado a rede social para tratar sobre o assunto anteriormente e chegou a rebater críticas sobre as denúncias que recebeu. "Não precisam ajudar, mas não atrapalhem quem está procurando ajudar nossos irmãos necessitados".

O conselho investiga o cantor por má conduta em transmissões on-line devido a falta mecanismos que restringissem o acesso de menores de idade aos vídeos, no qual Gusttavo Lima consome excessivamente bebidas alcoólicas sob patrocínio da Ambev. O órgão destacou o formato inovador das lives, que estão sendo recorrentemente utilizadas por artistas do Brasil e do mundo devido à pandemia de Covid-19, e considerou que os eventos devem se alinhar com os princípios fundamentais da publicidade.

O cantor e a empresa têm prazo regimental para enviar defesas ao Conar ou de adaptarem conteúdos futuros das lives.