PUBLICIDADE
NOTÍCIA

BTS entra para lista das celebridades mais bem pagas do mundo, segundo Forbes

De acordo com a reportagem, eles acumularam uma renda de US$ 57 milhões, cerca de R$ 214,6 milhões, e foram os únicos músicos do gênero a entrar na lista no ano

18:32 | 10/07/2019
Grupo de K-Pop BTS entra para lista das celebridades mais bem pagas do mundo, segundo Forbes.
Grupo de K-Pop BTS entra para lista das celebridades mais bem pagas do mundo, segundo Forbes.(Foto: Divulgação/BigHit Entertaiment)

O grupo de K-Pop BTS entrou para a lista das 100 celebridades mais bem pagas de 2019. O ranking foi feito pela revista Forbes, que posicionou os artistas na 43ª posição. De acordo com a reportagem, eles acumularam uma renda de US$ 57 milhões, cerca de R$ 214,6 milhões, e foram os únicos músicos do gênero a entrar na lista no ano.

A Forbes atribui boa parte dos ganhos a turnê mundial "Love Yourself", que passou por países da América, Europa e Ásia. Além das rendas com os shows, eles também lucraram no cinema. Os longas "Burn The Stage: The Movie" e "BTS World Tour: Love Yourself in Seoul" arrecadaram um valor de US$ 18,5 milhões e US$ 11,7 milhões, respectivamente.

A triologia de discos "Love Yourself" e o mais recente lançamento do grupo "Map Of de Soul: Persona" também tiveram influências nos dados. A Forbes também menciona patrocínios de marcas famosas, como Coca-Cola e Hyundai.

E a expectativa é que não pare por aí. No último dia 26 de junho, o BTS, em parceria com a desenvolvedora de jogos sul-coreana Netmarble, lançou um game interativo onde os fãs tem como missão agenciar a carreira dos meninos.

A lista

O primeiro lugar da lista ficou com a cantora Taylor Swift, que acumulou um patrimônio de US$ 185 milhões. Em segundo e terceiro lugar, ficaram Kylie Jenner e o rapper Kanye West, com US$ 170 milhões e US$ 150 milhões, respectivamente. O jogador Neymar atingiu a 7ª posição, tendo arrecadado US$ 105 milhões. O craque ficou atrás de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, que ficaram na 4ª e 6ª posição, respectivamente.

Redação O POVO Online