Participamos do

Cerca de mil pessoas foram atendidas em postos de saúde de Fortaleza no último fim de semana

A prefeitura disponibilizou seis postos de saúde para atendimento exclusivo de pessoas com sintomas de síndromes gripais durante o fim de semana
21:06 | Jan. 12, 2022
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Cerca de mil pessoas foram atendidas nos seis postos de saúde em funcionamento para atender exclusivamente casos suspeitos de síndromes gripais, no último fim de semana, entre os dias 8 e 9 de janeiro. As unidades ficaram voltadas para urgência e emergência, com equipes compostas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. No início de dezembro de 2021, o número de atendimentos se aproximava de 400 por dia.

A secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela, ressaltou que o número de atendimentos realizados atualmente supera o que foi contabilizado nas duas primeiras ondas da Covid-19. Ela enfatizou que o Município enfrenta, no que chamou de “terceira onda”, a cocirculação de distintos vírus, assim como o adoecimento dos profissionais envolvidos com a saúde. Desde o início do ano, foram mais de 600 pedidos de afastamento, conforme a secretária.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“É possível que hoje a gente esteja organizado, com equipe completa, e de repente a gente só tenha metade dos nossos profissionais trabalhando por causa deste adoecimento”, observou Estela durante transmissão nas redes sociais na manhã desta quarta-feira, 12. O prefeito José Sarto (PDT), também presente na live, alertou que a situação não é de tranquilidade e cobrou que os fortalezenses mantenham as medidas obrigatórias e busquem completar o ciclo vacinal.

Durante a transmissão, a gestão municipal ainda anunciou que ampliará a testagem em postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Capital, com a compra de mais de 71 mil testes rápidos para a detecção de Covid-19. Ainda serão instalados 100 novos leitos em três UPAs administradas pelo Município: 40 no Itaperi, 30 no Jangurussu e outras 30 no Vila Velha. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também será ampliado.

A prefeitura ainda garante que, caso necessário, pode dobrar o número de leitos disponíveis na rede municipal, passando dos atuais 323 para 703 leitos. O POVO solicitou à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) um detalhamento dos atendimentos realizados durante o último fim de semana. A reportagem pediu, por exemplo, o número de casos que resultaram em diagnóstico positivo de Covid-19 ou Influenza, mas foi informado que a pasta não tem o dado disponível.

Assista a live da prefeitura realizada nesta quarta-feira, 12:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags