Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Marcos Gadelha nega outro lockdown no Ceará: "Não foi pensado"

O secretário de Saúde do Ceará ressaltou que um lockdown deve ser uma "decisão compartilhada" em torno do Comitê Estadual de Enfretamento à Pandemia do Coronavírus

O titular da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), Marcos Gadelha, afirmou, nesta segunda-feira, 10, que não houve nenhuma discussão em torno da volta de outro lockdown no Ceará diante do aumento de casos da doença. Em entrevista coletiva na Unidade Sesi Parangaba, o secretário disse que tal decisão depende de dados epidemiológicos e de diversas discussões com outros setores, como o da economia. 

"Inicialmente não foi pensado nessa possibilidade de lockdown. Obviamente que essas medidas mais restritivas precisam ser muito bem pensadas porque um lockdown repercute muito na economia e isso leva a um descontrole grande, que acaba repercutindo no sistema de saúde", explica Gadelha. "Essa decisão precisa ser muito responsável". 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Marcos elogiou o trabalho do Comitê Estadual de Enfretamento à Pandemia do Coronavírus em torno do incentivo e proposição de medidas que contribuam para o combate à pandemia e ressaltou que um lockdown deve ser uma "decisão compartilhada". "Esse comitê junta todos esses atores exatamente para tomar essa decisão, que é compartilhada, mas de princípio não foi pensado nessa possibilidade do lockdown", disse. 

Em 2021, um segundo lockdown instaurou um isolamento rígido em Fortaleza a partir do dia 5 de março. No dia 13 do mesmo mês, um decreto estadual estendeu as medidas para todo o Estado. A flexibilização só foi anunciada em 4 de abril último, após anúncio do governador Camilo Santana. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar