Participamos do

Ômicron no Brasil: Covid-19 deve continuar sendo monitorada em Fortaleza

Capital segue com declínio da transmissão e com crescimento da parcela da população imunizada — no total já são mais de 1,9 milhão que completou ciclo vacinal
22:15 | Dez. 10, 2021
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A incidência de Covid-19 em Fortaleza deve continuar sendo monitorada devido à introdução no Brasil da nova variante de preocupação internacional Ômicron (B.1.1.529), de acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgado nesta sexta-feira, 10. A pasta alerta que a nova cepa tem um número incomum de mutações e alta transmissibilidade.

Embora o cenário possa ser alterado com a “dominância de novas variantes com relevante escape vacinal”, a SMS afirma que a Capital segue vivendo um quadro epidemiológico estável, com tendência de declínio da transmissão. “O atual padrão de mortalidade ainda reflete a estabilidade alcançada com o fim da segunda onda e o aumento da fração da população imunizada”, enfatiza.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Nos últimos sete dias, uma morte em decorrência da doença foi registrada em Fortaleza e a média de casos confirmados caiu para 11,3 episódios, em relação a marca de 29,3 registrada há duas semanas. Conforme a secretaria, os óbitos podem ser considerados eventos “relativamente raros”. Em novembro, foram registradas 18 mortes em decorrência da doença.

A média móvel de óbitos apresenta uma “queda consistente” desde abril deste ano, com similaridades em relação ao registrado em agosto de 2020 — fim de um ciclo epidêmico. Na Cidade, as mortes aglomeram-se nos bairros periféricos, embora exista uma concentração importante nos bairros de alto IDH, realçada pelo alto número de mortes da segunda onda nesta região.

Total de 9.906 fortalezenses morreram e quase 260 mil foram infectados em decorrência da Covid-19, de acordo com dados do IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidados às 11h30min desta sexta-feira, 10. A imunização também avança na Capital, com 1.918.982 pessoas que já completaram o ciclo vacinação com duas doses ou dose única, número equivalente a 70% da população total, de acordo com estimativa do IBGE.

>> Leia a íntegra do boletim divulgado pela SMS nesta sexta-feira, 10 de dezembro

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags