Participamos do

Pesquisa desenvolvida por professor da UFCA monitora o percentual de vacinação de docentes e alunos

De acordo com a análise, a UFCA tem pelo menos 64% dos professores e 42% dos alunos que já iniciaram o esquema vacinal contra a Covid-19
14:25 | Nov. 12, 2021
Autor Euziane Bastos
Foto do autor
Euziane Bastos Repórter Estagiária de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Pesquisa desenvolvida pelo professor de Ciência da Computação Rafael Perazzo, da Universidade Federal do Cariri (UFCA), monitora o percentual de vacinação contra a Covid-19 em docentes e alunos da instituição. Com olhares voltados para o retorno das aulas presenciais, a iniciativa conta com uma ferramenta, desenvolvida por Rafael, que analisa o percentual de vacinação da UFCA em quatro cidades: Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Brejo Santo.

LEIA MAIS| Sobral registra aumento de internações por Covid e comprovante vacinal será exigido em comércios

De acordo com dados levantados nas quatro cidades, a UFCA tem cerca de 64% dos docentes que já iniciaram o processo de imunização. Ao todo, a Universidade conta com 324 docentes. Desse número, 208 já tomaram pelo menos a primeira dose da vacina.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em relação ao número de alunos, a pesquisa revelou que cerca de 42% dos estudantes já iniciaram o esquema vacinal. Ao todo, são 4.154 estudantes. Sendo que, 1.760 já receberam pelo menos a primeira aplicação do imunizante.

LEIA MAIS| O POVO realiza live com tema "As mulheres indígenas e sua voz" nesta sexta, 12

A pesquisa revelou ainda o percentual de vacinação dos técnicos administrativos. Dos 295 técnicos, 238 já receberam pelo menos a primeira dose.

 

Critérios de coleta de dados

 

Em Juazeiro do Norte, Crato e Brejo Santo, a análise levou em consideração as pessoas vacinadas com as duas doses da vacina e com a vacina de dose única. Já na cidade de Barbalha, a pesquisa levou em consideração apenas aqueles que tomaram a primeira dose

LEIA MAIS| Fortaleza ultrapassou marca de 4 milhões de doses de vacina aplicadas contra Covid-19

Os dados foram obtidos por meio de um sistema que cruzou a lista com os nomes das pessoas vacinadas nas quatro cidades com os nomes dos funcionários da universidade.

"Esse cruzamento foi possível após a obtenção das listas dos vacinados no site dos municípios que foram, posteriormente, processadas por um programa computacional que eu desenvolvi", disse Rafael Perazzo, que também é coordenador de Informação, Monitoramento e Avaliação Institucional da UFCA.

Entretanto, os números pela pesquisa não são completamente exatos. Isso ocorre porque o levantamento utilizou as listas de vacinação divulgadas pelas secretarias de saúde de apenas quatro cidades. Dessa forma, os docentes e alunos que se vacinaram fora dos quatro municípios não integram o percentual obtido.

LEIA MAIS| Covid-19: Brasil tem menor média de mortes desde 24 de abril de 2020

Perazzo defende que a falta de uma lista integrada de vacinação contribui para a imprecisão do número de imunizados. Entretanto, o percentual obtido por meio do cruzamento de dados é um bom indicador para o retorno das aulas presenciais.

"O conselho universitário da UFCA ainda não deliberou sobre a data do retorno das aulas presenciais. No entanto, tudo leva a crer que serão iniciadas no início de  2022, pois o indicador da vacinação é complementar a um conjunto de outros indicadores analisados e de protocolos de biossegurança que também fazem desse retorno", disse o professor.

Com informações do repórter Guilherme Carvalho / Rádio CBN Cariri

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags